PESQUISADORES DESCOBREM DINOSSAURO QUE VIVEU EM SP

PESQUISADORES DESCOBREM DINOSSAURO QUE VIVEU EM SP

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto (SP) descobriram, em parceria com o Museu de Paleontologia de Monte Alto (SP), um gênero de dinossauros inédito na paleontologia, o Arrudatitan, que faz parte do grupo dos titanossauros e vivia no interior de São Paulo.

O gênero tem apenas uma espécie, o Arrudatitan maximus, um dino herbívoro de 22 metros, com pescoço e cauda longas, que viveu 85 milhões de anos atrás, no Cretáceo, período em que ocorreu a separação da Pangeia, uma massa continental que unia todos os continentes do planeta Terra.

“A região de Monte Alto é muito produtiva, então pode ser que sejam achados novos fósseis, de espécies que sejam parentes do Arrudatitan maximus e sejam incluídas neste novo gênero, que é exclusivo de São Paulo”, diz o mestre em biologia Julian Junior, o principal autor da pesquisa. A partir de descrições feitas pelos paleontólogos, artistas reconstituíram digitalmente o Arrudatitan maximus. (G1)

 

Foto: Ariel Milani Martine/Arte/Divulgação