VITÓRIA BUSCA REVANCHE CONTRA CEARÁ NO NORDESTÃO

VITÓRIA BUSCA REVANCHE CONTRA CEARÁ NO NORDESTÃO

Mais uma vez, o Vitória tem o Ceará em seu caminho na Copa do Nordeste. Jogar contra o rival tem sido uma verdadeira missão ingrata para o Leão. Por outro lado, é também uma ótima hora para revanche. Vencer faria o rubro-negro dar a volta por cima, garantindo sua vaga na final e eliminando o atual campeão do regional. O duelo pela semifinal será neste sábado (24), às 16h, em partida única no Castelão, em Fortaleza. Quem ganhar avança à decisão. Em caso de empate por qualquer resultado, a classificação será decidida nas penalidades.

Esse será o segundo encontro dos dois times na atual temporada. O primeiro também foi em Fortaleza, pela fase de grupos do Nordestão, e o Ceará aplicou 3×1. Resultado que ampliou a invencibilidade alvinegra sobre o Vitória. O Leão não ganha do Vovô desde 2018. De lá para cá, foram seis partidas, com um empate e cinco derrotas para o rubro-negro. No ano passado, as equipes se esbarraram três vezes nos mata-mata do Nordestão e da Copa do Brasil, com o Ceará ganhando todas.

Em 2019, os times empataram em 1×1 pelo regional. E, em 2018, o Leão perdeu por 2×0 no segundo turno do Campeonato Brasileiro. O último triunfo do Leão sobre o Ceará veio no primeiro turno daquela edição: 2×1 no Barradão. Mas, se o retrospecto recente pode dar uma impressão ruim, o geral equilibra a disputa. Nos 37 encontros entre os times, há 12 vitórias para cada lado, além de 13 empates. Se o Leão ganhar, portanto, não só acaba com a invencibilidade do Ceará como volta a ter a superioridade nos encontros.

Retornar à final da Copa do Nordeste, aliás, representaria o fim de outro jejum: desde 2010 o Vitória não chega à decisão. Foi nessa mesma edição que o Leão, maior campeão, conquistou seu quarto e último título – o clube se proclama penta porque inclui o Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976. O técnico Rodrigo Chagas tem alguns problemas para montar a equipe, que encerrou a preparação no CT do Fortaleza. Titular, o volante Gabriel Bispo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O próprio treinador não estará à beira do campo, pelo mesmo motivo, e o auxiliar Flávio Tanajura é quem herdará a função.

Outro desfalque é o zagueiro Marcelo Alves, que foi submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo na sexta-feira. O procedimento foi bem-sucedido e a previsão inicial para recuperação é de duas semanas. Por outro lado, o lateral Pedrinho e o volante Cedric, que não atuaram contra a Juazeirense por problemas médicos, evoluíram bem e devem começar entre os titulares. Uma provável escalação do Vitória tem: Ronaldo; Raul Prata, João Victor, Wallace e Pedrinho; João Pedro, Cedric e Soares; Vico, Samuel e David.

Foto: divulgação