segunda, 15 de julho de 2024
Euro 5.9338 Dólar 5.4493

CODESAL ORIENTA POPULAÇÃO SOBRE SIRENE EM ÁREA DE RISCO

Redação - 13/04/2021 18:12

Salvador vem sofrendo com fortes chuvas desde a quinta-feira passada, 8, após a chegada de uma frente fria. De acordo com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), até o último domingo, 11, pelo menos 1.605 ocorrências foram registradas na capital baiana.

Entre os registros, estão deslizamentos de terra, alagamento de imóveis e áreas infiltradas. Como forma de alertar a população de áreas de risco, oito localidades da cidade tiveram sirenes acionadas por meio do Sistema de Alerta e Alarme do órgão.

A instrução da Codesal aos moradores de área de risco onde houve acionamento da sirene é a saída imediata do imóvel, portando apenas documentação mínima e remédios Em seguida, essas pessoas são conduzidas aos abrigos organizados pela Prefeitura em escolas municipais.

O passo seguinte é a vistoria pela Codesal da área e dos imóveis evacuados a fim de avaliar a viabilidade de cada morador deslocado retornar para a própria residência. Se o imóvel estiver comprometido pela chuva, os desalojados ou desabrigados serão cadastrados na Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), para que possam ter acesso ao auxílio moradia.

Em caso de emergência, a exemplo de alagamentos, deslizamentos, rachaduras e ameaças de desabamento, o cidadão deve buscar ajuda imediata da Codesal pelo telefone gratuito 199.

Apoio dos Nupdecs

Nas áreas de risco mapeadas, a Codesal realiza a formação do Núcleo Comunitário de Prevenção e Defesa Civil (Nupdec), cujo objetivo é capacitar um grupo de moradores locais para reduzir riscos e danos em caso de chuvas fortes. A capacitação aborda temas sobre defesa civil, percepção de risco, primeiros socorros e assistência em situações de desastre.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.