BRUNO REIS CONSIDERA VANTAJOSO ACORDO DE R$ 28 MI ENTRE PREFEITURA E AEROCLUBE

BRUNO REIS CONSIDERA VANTAJOSO ACORDO DE R$ 28 MI ENTRE PREFEITURA E AEROCLUBE

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), considera vantajoso o acordo de R$ 28 milhões entre a administração municipal e o Consórcio Parques Urbanos. “Mas é preciso ficar claro que foi um acordo num outro momento, diferente da realidade financeira que nós estamos vivendo, em que se estava tentando construir, de uma ação que se reivindica pelo menos o dobro deste valor por conta da construção do Centro de Convenções numa área em que havia a cessão por mais 25 anos e que tinha uma série de benfeitorias que foram realizadas. A vantajosidade para o município é que teria uma redução de mais de 50% contanto que o acordo fosse homologado pela Justiça”, disse hoje (7) durante entrevista coletiva.

O acordo entre a Prefeitura de Salvador e o aeroclube foi anulado ontem (6) por uma decisão da juíza Amanda Palitot Villa Jacobina, da 2ª Vara da Fazenda Pública. O acordo extrajudicial era entre a prefeitura e o Consórcio Parques Urbanos, antigo responsável pela administração do Aeroclube. A determinação atende pedido feito pelos promotores Rita Tourinho e Luciano Taques Ghignone, do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que apontaram irregularidades no acordo capazes de provocar danos aos cofres públicos.

 

Leia mais sobre o caso: Acordo de R$ 28 milhões entre Prefeitura de Salvador e Aeroclube é anulado

 

 

 

Foto: Valter Pontes/Secom