TRANSPORTADORES DE CONTÊINERES OBTÉM REAJUSTE EXPRESSIVO E ENCERRAM A GREVE

TRANSPORTADORES DE CONTÊINERES OBTÉM REAJUSTE EXPRESSIVO E ENCERRAM A GREVE

Após a paralisação do Porto de Salvador por 7 dias os transportadores autônomos de contêineres encerraram a greve. Foi uma vitória para os trabalhadores já que eles conseguiram um aumento expressivo, bem acima dos índices de inflação e mais ou menos de acordo com o pleito.  O Sindicato dos Transportadores Autônomos aceitou a proposta de reajuste de 18% intermediada pela CODEBA para realizarem transporte na RMS, principal trecho Camaçari-Porto, após pleitearem um aumento de 23%.

Assim, exportadores voltam nesta terça-feira a enviar contêineres para embarque no porto, garantindo seus contratos e importadores voltam a receber insumos para manter suas fábricas em operação.

A Associação de Usuários dos Portos da Bahia – Usuport reconheceu em nota a legitimidade do pleito grevista, porém condenou os atos de bloqueio de tráfego, solicitando a intervenção da Secretaria de Segurança Pública.  Junto a Tecon Salvador e à Alfândega da Receita Federal, a Usuport solicitou a suspensão da cobrança por serviços de armazenagem até que a paralisação fosse encerrada.

Os prejuízos dos 7 dias de greve para a corrente de comércio exterior da Bahia foram estimados em R$ 15 milhões em custos operacionais. As atividades já retornaram ao normal.