QUAL SERÁ O DESTINO DO GOVERNADOR RUI COSTA NAS ELEIÇÕES DE 2022?

QUAL SERÁ O DESTINO DO GOVERNADOR RUI COSTA NAS ELEIÇÕES DE 2022?

Qual será o destino do governador Rui Costa nas eleições de 2022? Essa é a pergunta que está por trás de todas as composições políticas no âmbito governista, incluindo a que vai escolher o novo presidente da Assembleia Legislativa do Estado. Existem  várias possibilidades para o governador se posicionar no cenário político em 2022, mas  três cenários se destacam: a) o governador ficaria no cargo, completando o mandato e jogando todo seu apoio político e sua boa avaliação na eleição de uma chapa que provavelmente seria encabeçada pelo senador Jaques Wagner; b) Rui comporia a chapa governista, saindo candidato ao Senado, com grandes possibilidades de ser eleito por conta da boa avaliação de sua gestão, comprovada em todas as pesquisas; c) o governador sairia candidato a presidente ou vice-presidente.

A primeira hipótese é a desejada pelos partidos PP e PSD e pelo PT do ex-governador Jaques Wagner já que ela permitiria viabilizar facilmente uma chapa mantendo intacta a base política que hoje apoia o governo. Um exemplo de caráter meramente especulativo seria  uma chapa com Jaques Wagner, candidato a governador, Otto Alencar ao Senado e o filho de João Leão, ou alguém indicado por ele, ocupando o cargo de vice-governador.

E as composições poderiam ser outras, mas este arranjo tem um problema grave: ele deixa o governador Rui Costa sem mandato. Há quem argumente que Jaques Wagner teria feito a mesma coisa em 2014, mas aí havia uma diferença: Dilma Rousseff era líder em todas as pesquisas para presidente e o ex-governador sabia que ocuparia o cargo de ministro no futuro governo.

A segunda opção, com Rui saindo candidato ao Senado, daria força eleitoral à chapa governista, mas aí a composição com os aliados e o próprio PT seria muito mais difícil.  Uma outra opção seria Wagner, que tem mais 4 anos de mandato no Senado, ceder o cargo de governador para Otto Alencar, formando uma chapa fortíssima, especialmente se o deputado Cacá Leão aceitasse a candidatura a vice. Mas aí o maior empecilho seria o próprio PT que dificilmente cederia a cabeça de chapa do principal estado no qual tem o governador. Outra hipótese seria manter Wagner como candidato a governador e Rui sair para o Senado, mas aí a aliança que sustenta o governo do Estado estaria trincada, PP ou PSD seriam alijados e tomariam outros rumos  e quem se beneficiaria com isso seria o ex-prefeito ACM Neto.

Por último, a terceira alternativa, viabilizar a candidatura do governador Rui Costa a presidente ou vice, algo que independe das vontades políticas regionais e, por isso, parece extremamente difícil.

Como o leitor pode ver, todas as opções listadas aqui são meras especulações e muitos outros cenários devem aparecer, especialmente com a definição de candidatos à Presidência da República, o que pode mudar todos os cenários aqui descritos. Mas fica no ar uma pergunta que não quer calar: Qual será o destino do governador Rui Costa nas eleições de 2022? (EP- 11/01/2021)

Veja Também: A eleição para presdiente e para governador da Bahia começa em fevereiro