ELEIÇÕES 2020: EM FEIRA ZÉ NETO LARGA NA FRENTE DE COLBERT E EM CONQUISTA EMPATE TÉCNICO ENTRE GUSMÃO E RAIMUNDO

ELEIÇÕES 2020: EM FEIRA ZÉ NETO LARGA NA FRENTE DE COLBERT E EM CONQUISTA EMPATE TÉCNICO ENTRE GUSMÃO E RAIMUNDO

O último capítulo das eleições municipais nos dois colégios eleitorais mais importantes do interior da Bahia está próximo e as pesquisas começam a direcionar o que vai acontecer em Feira de Santana e Vitória da Conquista. O governador Rui Costa (PT) e o prefeito ACM Neto (DEM) estão em campanha com seus candidatos em ambos os locais.

Feira : A uma semana das eleições, o deputado federal e candidato do PT à Prefeitura de Feira de Santana, Zé Neto, aparece com 44% das intenções de voto, conforme levantamento de A TARDE/Potencial Pesquisa, contra 36% do prefeito Colbert Martins (MDB), que tenta reeleição. O resultado coloca os dois candidatos em situação de empate técnico, já que a margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais. No total, 12% dos eleitores de Feira de Santana consultados disseram que ainda não sabem em quem vão votar, 4% pretendem anular o voto, 2% não quiseram responder e 2% disseram que votarão em branco.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-05963/2020. Foram entrevistados 600 eleitores entre os dias 17 e 20 de novembro. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de quatro pontos percentuais.

Dos 44% que confirmaram votar em Zé Neto (PT), 93% pontuaram estarem certos de sua decisão, entretanto 7% ponderam que poderão mudar de ideia até o dia 29 de novembro. Dos 36% que confirmaram o voto em Colbert Martins (MDB), 86% disseram que não vão mudar o seu voto até no segundo turno, 13% avaliaram que poderão mudar de escolha até a hora de votar. Dos 4% de eleitores que prometeram anular o voto, 10% ponderam que podem voltar atrás.

Somando os eleitores que não sabem em quem irão votar, 12%, e os que não quiseram responder, 2%, o valor chega a 14% dos entrevistados, dado que para o estatístico da Potencial Pesquisas chama atenção. “Temos um pouco mais de três quartos que estão decididos em quem irão votar, com um voto mais cristalizado, até porque já estamos no segundo turno, mas quase 15% ainda podem decidir em quem votar ou se irão votar. Isso deixa o cenário sem uma definição clara”. Dos 600 eleitores ouvidos em diversas localidades do município, inclusive da zona rural, 93% disseram ter interesse em ir às urnas no segundo turno, 4% afirmaram não saber, 2% garantiram que não irão votar e 1% não quiseram responder.

Conquista : Levantamento A TARDE/Potencial Pesquisa indica um empate técnico entre os candidatos Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão (MDB) na disputa do segundo turno em Vitória da Conquista. O petista está ligeiramente à frente na corrida para a prefeitura do município, com 40% das intenções de voto, enquanto que o emedebista aparece com 37%.

O índice de eleitores indecisos é de 14%, não quiseram responder à pesquisa 6% dos eleitores. Os que pretendem votar em branco são 3% e 1% querem anular o voto. Foram 93% dos entrevistados que afirmaram que vão votar no segundo turno, 2% não pretendem votar, 5% não sabem se vão e 3% não quiseram responder. O levantamento também indicou o nível de confiança dos eleitores nas duas candidaturas. Para 97% dos eleitores de Zé Raimundo, não há possibilidade de mudança de voto; e 95% dos eleitores de Herzem Gusmão, também afirmaram que não mudarão o voto em hipótese alguma.

A disputa entre segmentos etários também está bastante acirrada. Zé Raimundo tem a preferência de eleitores do gênero feminino, com 45% contra 35% de Gusmão. Por outro lado, o emedebista lidera entre o segmento masculino, com a preferência de 40%, contra 38% do petista. Herzem tem maior intenção de votos entre os eleitores com maior nível de escolaridade (44% x 41%) e Zé entre os com menor escolaridade (44% x 36%). Entre jovens com idade de 16 a 24 anos, Zé Raimundo se sai melhor em relação ao adversário (40% x 36%). Mas quando se trata de eleitores com 25 a 44 anos, Herzem Gusmão está à frente, com 41% contra 34% de Zé.

O candidato do MDB tem o melhor desempenho no segmento renda. Entre eleitores com rendimento de R$ 2.090,00 a R$ 5.225,00, o emedebista supera o adversário, com 38% contra 35%. Eleitores com renda acima de R$ 5.225,00 preferem também Herzem a Zé (46% x 34%. Mas, o petista é preferido por eleitores com rendimentos de até dois salários mínimos (45% x 34%). A pesquisa foi realizada entre 17 e 20 de novembro, com 600 entrevistas presenciais. A margem de erro é de quatro pontos percentuais. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral com o nº BA-07163/2020.

Foto: divulgação