BAHIA VENCE O CORITIBA POR 2X1 E SE AFASTA DA ZONA

BAHIA VENCE O CORITIBA POR 2X1 E SE AFASTA DA ZONA

O triunfo de virada do Bahia sobre o Coritiba (2×1), ontem, no estádio Couto Pereira, foi daqueles que vai ser comemorado por muito tempo pelos tricolores. Mas nem tudo foi bom para o tricolor diante do alviverde. Os primeiros minutos de partida foram marcados por falhas do sistema defensivo do Bahia, que conseguiu se manter ileso por apenas dois minutos. Na avaliação do técnico Mano Menezes, a movimentação do adversário tirou o Esquadrão de sitonia e foi preciso reencaixar o time.

“Penso que não iniciamos bem o jogo, mas não iniciamos bem mais por méritos da movimentação do Coritiba, que colocou o Giovanni Augusto de falso 9 e aí não conseguimos encaixar no primeiro momento, tomamos o gol cedo justamente por isso. Mesmo assim, nos primeiros 15 minutos continuamos com algumas dificuldades. Aí fizemos alguns ajustes. Puxamos o Gregore um pouco mais para trás, para encaixar melhor, deixar o Nino um pouco mais à frente para encontrar o Mattheus. Aí começamos a encaixar o jogo, criar oportunidades, ter volume, até sofrer o segundo gol, que parece que foi o estalo para a gente. Felizmente a bola bateu na mão, o juiz interpretou assim, e imediatamente, uma jogada bem trabalhada, o Matheus Bahia achou o Élber, que virou e bateu muito bem. Aí pudemos pensar o segundo tempo”, avaliou.

Questionado sobre o desempenho do lateral direito Nino Paraíba, que deixou muitos espaços no primeiro tempo, Mano explicou que o jogador tem pecado pela característica, mas que conseguiu fazer bons jogos durante o torneio.  “Eu sempre falo que problemas acontecem. Às vezes acontece pela característica do jogador. Temos Nino, um jogador que sempre procura o adversário para encostar mais. Temos trabalhado para sustentar a linha, tem feito jogos muito bons sustentando a linha, mas o mérito do Coritiba foi ter nos tirado do posicionamento. Nesses primeiros minutos a gente sofreu até encaixar”, continuou Mano.

O técnico tricolor falou ainda sobre a maturidade que o time tem mostrado durante as partidas. Contra o Coritiba, mesmo tendo sofrido gol com apenas dois minutos, a equipe conseguiu reagir. Para Mano Menezes, esse tem sido um avanço importante desde a sua chegada. “Avançamos muito em relação a maturidade da equipe. Isso é necessário. Não podemos ser ingênuos, não podemos nos afetar demais, se abalar, com o gol que sofre, ou se empolgar demais com o gol que marca. Encontrar isso é fundamental para ter resultado e depois de alcançar o resultado avançar com qualidade de jogo, construções de jogada que penso que temos condições de fazer. Sem dúvida essa é a evolução da equipe mais nítida em relação ao que fazíamos antes durante os jogos”, afirmou.

Com 28 pontos, o Bahia segue na nona colocação do Brasileirão. Na próxima sexta-feira (20), o Esquadrão encara o Red Bull Bragantino, às 20h, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Foto: divulgação