YASMIN BRUNET CRITICA CULTURA DO ‘CANCELAMENTO’: ‘CRUEL’

YASMIN BRUNET CRITICA CULTURA DO 'CANCELAMENTO': 'CRUEL'

Yasmin Brunet respondeu perguntas de seus seguidores. A modelo deu dicas de bem-estar, filmes, compartilhou pensamentos e deu sua opinião sobre a cultura do ‘cancelamento’. “Acho patético, arrogante e egocêntrico achar que tem o direito de “cancelar” uma pessoa. Fora que cancelar? Não faz sentido. Acho cruel e absurdo”, escreveu.

O movimento, a que Yasmin se refere, ganhou forças nas redes sociais nos últimos meses e acontece quando uma pessoa, artista ou empresa é “cancelada” e bastante criticada pelo público após uma ação questionável. Durante o momento perguntas e respostas, a modelo também aconselhou uma seguidora que passou por um término durante a quarentena. “Eu acho que essa pandemia veio para mudar muita coisa. Sinto que o ano passado já começou fazendo uma limpa na vida das pessoas. Era um ano de mudanças, de finais e recomeços. Quem deveria sair da sua vida saiu e quem deveria entrar entrou.”

Foto: Marcos Mazini/Gshow