SALVADOR SUPERA O PLATÔ E NÚMERO DE MORTES CAI 80%

SALVADOR SUPERA O PLATÔ E NÚMERO DE MORTES CAI 80%

A pandemia de Covid-19 está refluindo em Salvador e todos os indicadores demonstram que a cidade já ultrapassou o platô de casos e de mortes e está na fase descendente da curva.  Os gráficos de casos e de mortes em Salvador mostram uma queda consistente após a cidade ter atingido o pico no dia 24 de junho. Nesse dia, Salvador registrou 42 mortes, o pico de óbitos, mas desde então esse número vem caindo de forma exponencial e nos últimos 5 dias, entre 17/07 e 20/07, o número de mortes variou entre 6 e 7 por dia, com exceção do dia 19, quando foram registrados 13 mortos. Isso significa uma queda de mais 80% no número de mortes se comparado o dia 24/06 com o dia 20/07.

Cidades como Rio de Janeiro e Fortaleza onde os registros mostram queda na pandemia estão registrando números de mortes duas vezes maior. Já o número de casos, que já atingiu 1500 por dia, caiu pela metade e hoje e média diária de casos está em menos de 700 por dia. A curva de casos indica claramente que Salvador saiu do platô e está na fase de descenso da pandemia. Mesmo na região metropolitana de Salvador a curva de casos é descendente como mostra o gráfico acima. Os dados são do Consórcio de Orgãos de Imprensa.

Outro indicador que mostra a queda da transmissão de Covid-19 em Salvador é a taxa de crescimento médio de casos nos último 5 dias, calculada pela Secretaria Estadual de Saúde,  que atingiu 0,52% e coloca Salvador entre os 25 municípios do Estado com menores índices de contaminação.  A taxa de ocupação das UTIs ainda não caiu abaixo de 70% por causa da pressão de casos vindo de fora da área urbana de Salvador, especialmente da Região Metropolitana, mas nos sistema de regulação da cidade já é possível detectar a desaceleração da pandemia. Segundo o secretário municipal de Saúde, Léo Prates, o número de pessoas nas UPA esperando para serem encaminhadas a hospitais, que era em média 30 pessoas, caiu para 9 nos últimos dias.

Isso não significa que a cidade venceu a pandemia, pelo contrário, o vírus está ativo e, quando a primeira fase da reabertura da economia for iniciada, prevista para esta sexta-feira pelo prefeito ACM Neto, ( veja aqui ) será necessário o cumprimento estrito dos protocolos para que não haja a retomada do contágio.

Gráficos do portal G1 e infográfico do jornal Estado de São Paulo