BOLSONARO DEVE VETAR R$ 600 PARA MANICURES E BARBEIROS

BOLSONARO DEVE VETAR R$ 600 PARA MANICURES E BARBEIROS

O presidente Jair Bolsonaro deve vetar o auxílio emergencial de R$ 600 para manicures e pedicures, barbeiros, esteticistas, depiladores, maquiadores e demais profissionais de beleza. Estas são justamente as categorias que ele incluiu na lista de serviços essenciais e que poderiam voltar a funcionar, no decreto publicado ontem (11).

Além disso, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, já avisou aos senadores que o presidente vai vetar a nova lista feira pelo Congresso.