PORTO DO AÇU É FINALISTA DO PRÊMIO DE SUSTENTABILIDADE

PORTO DO AÇU É FINALISTA DO PRÊMIO DE SUSTENTABILIDADE

O Porto do Açu é finalista do Prêmio de Sustentabilidade da Associação Internacional de Portos (IAPH), a maior entidade do setor, que representa cerca de 200 dos maiores portos de 90 países do mundo. O Açu é o único porto brasileiro e da América Latina na disputa e teve o projeto selecionado junto a outros 45 que se candidataram ao prêmio, em diferentes categorias.

O Açu concorre na categoria Segurança e Proteção com o Projeto de Preparação para Emergências, que reforça a importância de uma atuação integrada na gestão de emergências de grandes proporções e a relevante contribuição de portos para uma resposta eficiente a incidentes com óleo no mar. Como pontos de conexão entre o mar e a terra, portos são um stakeholder-chave para colaborar nas ações de resposta, já que concentram significativa quantidade de recursos, servem de base de apoio para as operações e são o local ideal para integrar os envolvidos no gerenciamento da emergência.

“Nos sentimos honrados por concorrer ao Prêmio de Sustentabilidade da IAPH ao lado dos mais importantes players do setor portuário internacional. Estar entre os finalistas desta premiação significa ter reconhecimento por praticarmos nossos valores: desenvolver o Açu de forma segura, eficiente e sustentável”, afirmou Vinícius Patel, diretor de Administração Portuária.

Os vencedores de cada uma das seis categorias da premiação serão anunciados no dia 18 de março, durante a Conferência Mundial de Portos em Antuérpia, na Bélgica. O público também poderá participar da escolha dos vencedores através de votação online, que contribuirá para 30% da avaliação geral. A votação estará aberta no site link http://sustainableworldports.org/iaph-world-ports-sustainability-awards-2020/vote/ entre 14 e 29 de fevereiro.

Em operação desde 2014 e estrategicamente localizado em São João da Barra, no norte do estado do Rio de Janeiro, o Porto do Açu é um empreendimento 100% privado e possui papel relevante no escoamento da produção de minério de ferro, na movimentação de óleo bruto e na prestação de serviços de apoio às atividades offshore do setor de petróleo e gás natural do país. O Açu conta com o único terminal privado no Brasil para transbordo de petróleo, responsável por 25% das exportações brasileiras de óleo e que atende as maiores petroleiras com operações no país.

Atualmente, encontra-se em construção no Porto do Açu o maior parque termelétrico a gás natural da América Latina, composto por 2 usinas com capacidade de 3GW, energia suficiente para o abastecimento de 14 milhões de residências, e um terminal de GNL com capacidade de 21 milhões de m³/dia.

A Associação Internacional de Portos (IAPH), com sede em Tóquio (Japão), foi criada em 1955 como uma organização não governamental (ONG) e sem fins lucrativos, com o objetivo de promover a cooperação entre os portos. Nos últimos 60 anos, a IAPH tornou-se uma aliança global de terminais, representando cerca de 200 portos e 140 negócios relacionados ao setor em 90 países. Hoje, os terminais membros da IAPH são responsáveis por mais de 60% da movimentação mundial do comércio marítimo (em toneladas) e mais de 80% do tráfego mundial de contêineres (em TEUs).

Foto: divulgação