BOLSONARO SINALIZA QUE PODE REAJUSTAR SALÁRIO MÍNIMO

BOLSONARO SINALIZA QUE PODE REAJUSTAR SALÁRIO MÍNIMO

O presidente Jair Bolsonaro acredita que há margem para reajustar o salário mínimo e, portanto, corrigir a redução do último aumento . A diferença ocorreu porque o Índice Nacional de Preços ao Consumidor ( INPC ) de 2019 ficou em 4,48%, enquanto o governo considerou a estimativa divulgada anteriormente para uma redução de 3,86%. O piso para este ano foi fixado em R $ 1.039.”Vou reunir-me com o [ministro da Economia] Paulo Guedes agora à tarde, acho que tem algo para ajudar as pessoas. A inflação de dezembro foi atípica, né? Por causa do preço da carne”, declarou o presidente, ao sair do Palácio da Alvorada nesta terça-feira. “Cada salário real é maior ou igual a R $ 300 milhões no orçamento, uma barra é pesada. Mas, apesar de ser pequeno ou reajuste, R $ 4 ou R $ 5, é um valor que é importante”, argumentou.

O presidente defendeu também a necessidade de dar sequência às reformas para manter o crescimento da economia. Questionado sobre o futuro das reformas tributárias e administrativas, respondeu. “Minha ideia é fazer a melhor maneira possível, que ela pode ser recomendada, sem muito atrito”, disse, sem descrever uma reforma se referência. “A economia está se recuperando, mas, se pararmos a reforma, alguém poderá perder ou ganhar até agora”. Para Bolsonaro, o Congresso está “bem consciente” sobre a importância das reformas. Na última semana, o presidente já estava lá e pretende enviar uma proposta de reforma administrativa no mês que vem. A reforma tributária depende de um acordo entre o texto em elaboração no Ministério da Economia e as propostas de autoria da Câmara e do Senado que já estão em discussão no legislativo.

Foto: divulgação