SESAB ABRE PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA

SESAB ABRE PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) junto com a Comissão Estadual de Residência Multiprofissional em Área Profissional de Saúde (Ceremaps-BA) abriram inscrições para o Processo Seletivo Unificado para Residência em Área Profissional da Saúde (Uniprofissional e Multiprofissional), do Sistema Único de Saúde (SUS) do estado. A Sesab oferta 216 vagas em diversos programas e contemplam 10 categorias profissionais entre enfermeiros, dentistas, assistentes sociais, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos, fonoaudiólogos, médicos veterinários e bacharéis em Saúde Coletiva. A bolsa é de R$ 3.330,43 e o candidato pode se inscrever até as 13h59 do dia 23 de dezembro de 2019 que também é o último dia para o pagamento do boleto de inscrição. A prova objetiva será aplicada no dia 12 de janeiro de 2020, em Salvador.

Os programas têm duração de dois anos, exceto o de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, destinados aos dentistas, que são três anos. Todos serão desenvolvidos em regime de dedicação exclusiva, com carga horária semanal de 60 horas, e o candidato deve ter disponibilidade para participar de atividades todos os dias, inclusive aos sábados, domingos e feriados – com as devidas folgas planejadas de acordo com os plantões. A Residência em Área Profissional da Saúde é classificada como pós-graduação lato sensu, realizada por ensino em serviço e regulamentada por portarias interministeriais (Ministério da Saúde e Ministério da Educação) e resoluções da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde (CNRMS); além das normas dos cursos de pós-graduação e das nove Comissões de Residência Multiprofissional (Coremu) das respectivas instituições de ensino e unidades de saúde aos quais os programas estão vinculados.

A proposta nas modalidades Uniprofissional e Multiprofissional apresenta uma perspectiva teórico-pedagógica convergente com os princípios e diretrizes do SUS. A prática pedagógica proposta baseia-se num processo de formação que busca a integração do ensino-gestão-cuidado-controle social, na perspectiva do fortalecimento desse quadrilátero.

 

Foto: Divulgação/Arquivo