JOÃO ROMA CRITICA POSIÇÃO DO PT NA REFORMA

JOÃO ROMA CRITICA POSIÇÃO DO PT NA REFORMA

O deputado federal João Roma (PRB-BA) criticou o que chamou de “posição dúbia” do Partido dos Trabalhadores (PT) diante da proposta de reforma da Previdência, que acabou aprovada em primeiro turno no plenário da Câmara Federal ontem (10). “Causou estranheza aqui em Brasília a posição muitas vezes dúbia do PT, especialmente, com maior quantidade de governadores do Nordeste, que por um lado torcia que a reforma passasse e de alguma forma abraçasse estados e municipios. Por outro lado, faz discurso populista, atacando, como se medida não fosse necessária”, afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (11).

Com voto favorável às mudanças nas regras da aposentadoria, Roma disse ainda que a reforma seria “o primeiro passo” para a recuperação econômica do país, que já passou por uma reforma trabalhista no governo Temer e ainda deve passar por uma reforma tributária, cuja comissão especial foi instalada na Casa ontem. “É uma coisa que ossibilita. É mais urgente, mas igualmente urgente é a reforma tributária, porque é preciso tirar o peso de quem produz. Precisamos retomar investimentnos e retomar obras. Tudo isso tem a ver com a finança póblica. O primeiro passo é reforma da previdencia. Quando você organiza contas, aumenta credibilidade do país”, defendeu.

Para o deputado do PRB, que foi relator da proposta de reforma tributária na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a matéria deve demorar 90 dias para ser levada à plenário.