AGRICULTURA FAMILIAR É RESPONSÁVEL PELA RENDA DE 40% DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA NO BRASIL   

AGRICULTURA FAMILIAR É RESPONSÁVEL PELA RENDA DE 40% DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA NO BRASIL   

Responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do país e por mais de 70% da renda dos brasileiros ocupados no campo, a agricultura familiar que consiste no cultivo realizado por pequenos produtores rurais e em sua maioria do mesmo grupo familiar, tem ganhado cada vez mais espaço no cenário econômico, climático e científico.

Segundo levantamento feito pelo Governo Federal em 2018, a agricultura familiar brasileira configurou-se como a oitava maior produtora de alimentos do mundo e a maior do Brasil. Hoje, 87% da mandioca, 70% do feijão, 60% da produção nacional de leite, 59% do rebanho suíno, 50% das aves e 46% do milho consumidos pela população brasileira vêm desse tipo de cultivo.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o setor movimenta US$ 55,2 bilhões por ano. A representatividade é tanta que envolve aproximadamente 4,4 milhões de famílias agricultoras, ou seja, 84% dos estabelecimentos rurais brasileiros. Além disso, a atividade está na base da economia de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes.

Os debates sobre o tema estão mais intensos porque estudos apontam para um aumento de consumo de alimentos para os próximos vinte anos. O Brasil está entre os países que terão que dobrar sua produção para atender a esta demanda.