BRASIL NEGOCIA MILHÕES DE TONELADAS DE SOJA COM DEMANDA CHINESA E DÓLAR ALTO

BRASIL NEGOCIA MILHÕES DE TONELADAS DE SOJA COM DEMANDA CHINESA E DÓLAR ALTO

A comercialização de soja do Brasil disparou nos últimos dias com maior demanda da China, preços e prêmios nos portos pelo produto brasileiro fortalecidos e um dólar acima de R$ 4, conforme relatos do mercado. Um volume de pouco mais de 5 milhões de toneladas de soja para exportação, o equivalente a uma centena de navios, rodou no mercado para embarques em junho, julho e agosto, de acordo com relatos colhidos pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), disse o pesquisador Lucílio Alves à Reuters.

O estopim para essa forte negociação de soja do Brasil, o maior exportador global da oleaginosa, foi o fracasso das negociações comerciais entre China e EUA, na semana passada, que traz mais demanda ao produto brasileiro. Essa demanda adicional veio em um momento em que o dólar atingiu o maior valor em mais de sete meses, o que torna mais barata a importação.