VENDAS NA PÁSCOA DEVEM AUMENTAR 14,9%, PREVÊ FECOMÉRCIO-BA

VENDAS NA PÁSCOA DEVEM AUMENTAR 14,9%, PREVÊ FECOMÉRCIO-BA

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) prevê um crescimento de 14,9% nas vendas do setor de hiper e supermercados durante a Páscoa, em comparação com o mesmo período no ano passado. A entidade ressalta, entretanto que a data comemorativa em 2018 foi no início de abril, o que elevou as compras no final de março e torna a comparação mais difícil.

“De qualquer forma, trata-se de um cenário positivo que corresponde ao dado de intenção de consumo das famílias soteropolitanas (ICF), indicador da Fecomércio-BA, que aumentou em um ano cerca de 16% e, especificamente o item que indica o consumo nos próximos meses, registrou aumento de 33% em 12 meses”, diz a federação, em nota.

A Fecomércio aponta ainda que a batata-inglesa será a “grande vilã” da Páscoa, já que subiu 94,13% em 12 meses, de acordo com IPCA-15 da região metropolitana de Salvador. Outra alta significativa foi a do pimentão (31,63%), além dos aumentos da cebola (28,01%), alho (21,35%), ovo de galinha (13,5%) e tomate (8,28%), itens que ficaram bastante acima da inflação média do grupo de alimentos e bebidas, de 5,69%. Por outro lado, o preço médio dos pescados caiu 3,89% e o de outras bebidas alcoólicas (exceto cerveja) recuou 3,43%, destaca a Fecomércio. Além disso, o valor dos ovos de Páscoa deve ser semelhante ao do ano passado, porque o item chocolate em barra e bombom subiu apenas 1,53%.