BOLSONARO PROMETE PUNIR FUNAI SE ÓRGÃO NÃO DEFENDER INDÍGENA

BOLSONARO PROMETE PUNIR FUNAI SE ÓRGÃO NÃO DEFENDER INDÍGENA

O presidente Jair Bolsonaro declarou, que, se a Fundação Nacional do Índio (Funai) não fizer o que os índios querem, cortará “toda a diretoria” do órgão. O mandatário recebeu lideranças indígenas no Palácio do Planalto, em encontro ao vivo em uma rede social. “Assim como o povo brasileiro tem que dizer o que eu vou fazer como presidente, o povo indígena é que diz o que a Funai vai fazer. Se não for assim, eu corto toda a diretoria da Funai e botamos gente como vocês lá dentro para não atrapalhar quem quer o progresso, quem quer o desenvolvimento, quem quer o bem do Brasil”, disse o presidente. Antes subordinado ao Ministério da Justiça, a Funai passou para o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos no governo Bolsonaro. O atual presidente do órgão é o general do Exército Franklimberg Ribeiro de Freitas, que também participou do encontro de Bolsonaro.