MORO: INDULTOS ‘EXCESSIVAMENTE GENEROSOS’ NÃO SERÃO PERMITIDOS POR BOLSONARO

MORO: INDULTOS 'EXCESSIVAMENTE GENEROSOS' NÃO SERÃO PERMITIDOS POR BOLSONARO

O futuro ministro da Justiça e Cidadania, Sérgio Moro, afirmou que o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro, jamais vai editar um decreto de anistia que seja “excessivamente generoso” a condenados.

O comentário feito hoje (30) no comitê de transição de governo, veio em meio à votação sobre o indulto de natal assinado pelo presidente Michel Temer. Moro ainda sugeriu que, neste ano, Temer não edite regras tão flexíveis como as que foram editadas em 2017. O mandatário deve assinar um novo decreto até o fim do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.