MILITARES MANIFESTAM INTERESSE EM DISCUTIR NOVA PREVIDÊNCIA

MILITARES MANIFESTAM INTERESSE EM DISCUTIR NOVA PREVIDÊNCIA

As forças armadas disseram que desejam tratar sobre mudanças em seu sistema de aposentadoria, abordando enxugamento de efetivos racionalização reajustes salariais, segundo informou o jornal Folha de S. Paulo. De acordo com a publicação, há diversos estudos à disposição da equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro que, inclusive, é oriundo do Exército. Um deles projeta um reajuste de 23% a partir do topo da hierarquia, subindo de R$ 26 mil para R$ 32 mil a remuneração de oficiais-generais de quatro estrelas. Entretanto, o Exército informou que não há percentuais definidos nas propostas, que, ainda, dependerão de várias propostas específicas de cada carreira. Atualmente, as Forças Armadas têm cerca de 350 mil militares. Pensões e aposentadorias consomem 70% dos R$ 94 bilhões destinados às Forças neste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.