HADDAD COBRA REGISTRO DE LULA COM BASE NO REQUERIMENTO DA ONU

HADDAD COBRA REGISTRO DE LULA COM BASE NO REQUERIMENTO DA ONU

O candidato a vice-presidente na chapa de Lula, Fernando Haddad (PT), chegou a Salvador nesta terça-feira (21) para uma agenda ao lado do governador Rui Costa (PT), candidato à reeleição. Em entrevista coletiva, Haddad cobrou a validação do registro de Lula pelo Tribunal Superior Eleitoral, com base no pedido da Organização das Nações Unidas.

“Primeiro que eu sou candidato a vice, segundo que semana passada a ONU emitiu um requerimento ao Brasil, não uma recomendação, como veicularam, que registra a candidatura do presidente Lula na corrida presidencial. Isso não é pouca coisa, temos o bom senso de não romper protocolos internacionais. Nesse aspecto, nem protocolo é. É uma convenção que foi tornada lei pelo Congresso Nacional do Brasil. O Brasil internalizou essas regras da ONU no seu ordenamento jurídico e não pode fingir que não fez, não dar satisfação à comunidade internacional. Vamos aguardar o desfecho disso no TSE”, afirmou o ex-prefeito de São Paulo.

Em relação aos adversários que acreditam que Lula será impedido de continuar a candidatura, o petista declarou: “Lula é uma liderança de tal magnitude que ele vem crescendo nas pesquisas. Na pesquisa divulgada ontem ele teve um avanço de 5 pontos porcentuais – tem candidato que nem tem isso. A situação do outro lado é desesperadora, eu diria, porque o Lula é o candidato de maior preferência. Está dois ou três pontos de ganhar no primeiro turno, tem o melhor plano do governo para tirar o país da crise, nós temos um caminho que é seguir o direito internacional, e estamos na expectativa que isso possa acontecer. Esse é o desejo nosso”.

Sobre transferência de votos em caso de impugnação do registro de candidatura do ex-presidente, Haddad destacou que não trabalha com essa hipótese. “Não estamos trabalhando com essa hipótese e nem Lula está pedindo votos para terceiros, mas o seu registro e eu estou seguindo como o seu porta-voz enquanto não sai uma resolução”, frisou. O primeiro compromisso de Haddad na capital baiana será uma reunião com as lideranças políticas e movimentos sociais no Hotel Fiesta, no bairro do Itaigara. Também participam do encontro, os também candidatos a vice-governador da Bahia, João Leão, e a senador, Jaques Wagner e Angelo Coronel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.