BAHIA DEIXA TOPO DO RANKING NACIONAL DE PRODUÇÃO DE FEIJÃO

BAHIA DEIXA TOPO DO RANKING NACIONAL DE PRODUÇÃO DE FEIJÃO

O ano de 2017 foi de queda na produção de todos os tipos de feijões na Bahia, que, por isso, deixou o topo do ranking nacional do produto. O feijão de cor teve uma queda de 73,1% no estado, na comparação com 2006 (caindo de uma produção de 226.233 para 60.875 toneladas). O estado era o segundo maior produtor desse tipo de feijão em 2006 e passou a ocupar o sexto lugar. Entre os 20 maiores municípios produtores de feijão de cor na Bahia, apenas Barreiras apresentou crescimento (12,5%) na comparação com 2006.

A produção de feijão fradinho também se reduziu (-72,5%, de 233.807 para 64.342 toneladas), e a Bahia deixou de ser o segundo maior produtor, passando a quarto lugar. O percentual de queda da produção de feijão fradinho foi maior que 97% para os dez maiores municípios produtores no estado. Já o feijão verde apresentou uma queda de 85,5% na Bahia (de 89.355 t em 2006 para 12.963 t em 2017), levando o estado a deixar de ser o maior produtor do país, sendo ultrapassado pelo Rio Grande do Norte, com 28.466 toneladas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.