segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.808 Dólar 5.4204

COMÉRCIO DE ALIMENTOS E BEBIDAS CRESCEU APENAS 10% NO JOGO BRASIL vs SÉRVIA

Redação - 28/06/2018 16:42

Nem mesmo a Copa do Mundo 2018 conseguiu tirar o mercado baiano de bares e restaurantes do marasmo decorrente das agruras da crise econômica, da qual o varejo se recupera ainda em doses homeopáticas. A euforia, por hora, ficou apenas no grito de gol, pois o consumidor ainda se encontra reticente quanto a abrir as carteiras e bolsas para gastar. Apenas para se ter uma ideia, de acordo com a seção baiana da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o número de freqüentadores do comércio de alimentos e bebidas aumentou apenas uma média de 10% no último jogo da seleção.

E, pasmem: para bares e restaurantes localizados em regiões nas quais há intenso fluxo de comércio e serviços, houve queda da ordem de 30%, prossegue a Abrasel/Ba. “Quando um jogo cai numa quarta, por exemplo, os efeitos negativos afetam todo tipo de negócio do ramo, independentemente da localização, já que há a suspensão de meio expediente, afetando o movimento na área comercial, e, por outro lado, a certeza de que é preciso conter a empolgação da comemoração, pois, no dia seguinte, há a retomada às atividades no trabalho” afirmou o presidente-executivo da Abrasel-BA, Luiz Henrique do Amaral, em entrevista ao Jornal A Tarde.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.