PREFEITURA REBATE ACUSAÇÕES SOBRE BRT

PREFEITURA REBATE ACUSAÇÕES SOBRE BRT

A prefeitura de Salvador se manifestou após protesto contra o BRT namanhã desta sexta-feira (8) e ressaltou que as obras do modal estão mantidas e que o projeto “está de acordo com toda a legislação ambiental vigente, tanto que obteve mais de 10 licenças e alvarás para o início das intervenções”, informou em nota.

Uma das principais críticas é em relação à derrubada de árvores. Quanto a isso, a gestão municipal apresentou uma solução. “Das quase 480 árvores que existem entre as regiões do Parque da Cidade e ACM, 154 serão suprimidas e 160 transplantadas. Outras duas mil novas árvores serão plantadas como política de compensação, como prevê o Plano de Arborização Urbana de Salvador”, informa.

Durante os protestos contra o BRT, os manifestantes defendem o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) como alternativa menos poluente. Entretanto, de acordo com a prefeitura, esta opção de modal custaria o dobro do investimento, assim como demoraria o dobro do tempo para ser implementado. “Além disso, mesmo que fosse um VLT, haveria da mesma forma a necessidade da retirada de vegetação e construção de viadutos e elevados”, disse em nota enviada ao jornal A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.