CÂMARA PODE AUTORIZAR USO DE ARMAS NÃO LETAIS PARA AGENTES DA TRANSALVADOR

CÂMARA PODE AUTORIZAR USO DE ARMAS NÃO LETAIS PARA AGENTES DA TRANSALVADOR

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) pode colocar em votação um projeto que autoriza o uso de armas não letais por agentes da Transalvador. A informação foi confirmada pelo presidente da Casa, Léo Prates (DEM). “Caso haja entendimento entre o governo e a oposição e entendimento com o Executivo, pode sim voltar para a pauta. Se vai ser aprovado, não sei”, disse.

O democrata reconhece que as recentes agressões a funcionários do órgão motivaram a retomada da pauta. “Esse projeto é de 2014 ou 2015 e gerou muita polêmica na época. Agora, temos esse número exagerado de agentes agredidos. Não queremos que eles agridam os condutores, mas, como agentes de segurança de via pública, precisam de instrumentos para se defender”, afirmou. A matéria é de autoria do próprio Leo Prates e já está na ordem do dia da Casa.

Segundo a Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (Astram), 15 agentes de trânsito já foram agredidos em Salvador neste ano. Em 2017, foram contabilizadas 40 agressões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.