FLORENCE CRITICA POSIÇÃO DE GUALBERTO EM RELAÇÃO A GESTÃO DO GOVERNADOR RUI COSTA

FLORENCE CRITICA POSIÇÃO DE GUALBERTO EM RELAÇÃO A GESTÃO DO GOVERNADOR RUI COSTA

O deputado federal Afonso Florence (PT) rebateu as declarações de João Gualberto (PSDB), pré-candidato oposicionista ao governo, que alfinetou o grupo de Rui Costa (PT) afirmando que os petistas não têm nomes de peso na chapa. “Gostaria de saber se os nomes de peso que eles têm é o de João Leão, Ronaldo Carletto, Otto Alencar… Todos eles foram ligados a ACM Neto, né?”, criticou o deputado tucano em entrevista à Tribuna, ontem.

“Gualberto não tem o que dizer”, rebateu Florence. “Que eu saiba, essa coalizão eleitoral já tem muitos anos. Essa afirmação não se sustenta nos fatos. Nós temos uma coligação que vai ser firmada após as convenções. É uma coalizão que tem como referência nacional Lula e Dilma. É um grupo muito forte. Ao lado de Gualberto estão, além de ACM Neto, Geddel, Eduardo Cunha, Temer e Aécio. Esse é o grupo dele. Densidade eleitoral a gente vai aferir depois da eleição. Foi ACM Neto que fugiu da disputa eleitoral”.

Ainda na entrevista, Gualberto afirmou que “junto com Rui Costa têm muitos dos que eles chamam de golpistas, que de dia estão lá no Palácio do Planalto com Michel Temer e de noite aqui com Rui Costa”. “Esses golpistas fazem parte de lá e parte daqui. Então, essas besteiras que eles falam… O [candidato] de peso é Rui Costa? É ele que é o de peso? É o Jaques Wagner que é o de peso? Eles podem estar com o mandato em consequência da força do 13 na época. Ok, mas esse é o peso? Qual o passado deles? O que fizeram na vida?”, disse o oposicionista.

O petista disse que o tucano “está fazendo um tipo de afirmação que não se sustenta em fatos”: “De fato, a coalizão é muito ampla. Temos partidos da base de Temer, mas aliados que votaram contra o impeachment [de Dilma]. Alguns votaram pela investigação de Temer, que tem provas robustas de corrupção. Se posicionaram contra as reformas trabalhista e da Previdência. Então, é uma base eclética. Já o grupo dele está na base de Temer e Aécio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.