FECHAMENTO DO HOSPITAL ALAYDE COSTA PREOCUPA SUBÚRBIO

FECHAMENTO DO HOSPITAL ALAYDE COSTA PREOCUPA SUBÚRBIO

O Hospital Alayde Costa, localizado no bairro de Escada, subúrbio ferroviário de Salvador, fechou as portas na segunda-feira (16). Os funcionários foram demitidos e os pacientes que estavam internados na unidade transferidos para outros hospitais durante o final de semana. O Hospital Alayde Costa era filantrópico, atendia pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e funcionava no subúrbio da capital baiana há mais de seis anos. A unidade era administrada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. O encerramento das atividades do Alayde Costa provoca sérios prejuízos para a população do subúrbio.

Apenas para se ter uma ideia do grau de carência em investimentos em saúde nesta região de Salvador, a unidade de emergência do bairro, a UPA, localizada na 2ª Travessa Antônio Balbino, que atenderia principalmente os moradores de Plataforma, não funciona há mais de cinco anos. A unidade passou por duas reformas, mas ainda está fechada.

Na tarde de ontem (17/04), os funcionários que trabalhavam no hospital estiveram na unidade para fazer exame demissional – procedimento realizado antes do desligamento. Em entrevista à TV Bahia, contaram que ficaram sabendo da demissão na semana passada, e alegaram que o salário do mês de março está atrasado.  Porém, em nota, a direção do hospital negou a acusação, e informou que o pagamento dos salários será efetuado até o fim deste mês, dentro do prazo legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.