OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO DO AEROPORTO DE SALVADOR COMEÇAM ESSA SEMANA

OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO DO AEROPORTO DE SALVADOR COMEÇAM ESSA SEMANA

 O presidente global da Vinci Airports, Nicolas Notebart, vai lançar, nessa quinta-feira (19), em Salvador, a pedra fundamental do início das obras de reforma do Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães.  Aprovadas pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) no final de março, as obras – chamadas de fase 1B – fazem parte das obrigações assumidas pela concessionária ao assumir a gestão do equipamento e incluem expansão do terminal de passageiros, modernização dos banheiros e fraldários, melhorias no ar condicionado e nos sistemas de ventilação, implantação de seis pontes de embarque de aeronaves adicionais e adequações nas pistas e pátio para a segurança operacional do aeroporto. Os detalhes do projeto serão apresentados durante o evento.

Porém, mais do que o início da reforma, a presença de Notebart vai dar peso aos objetivos traçados pela Vinci para o aeroporto de Salvador: aumentar a rentabilidade do equipamento.  Para atingir esta meta, a multinacional francesa aposta em uma receita com quatro ingredientes básicos: o aumento do tráfego aéreo, o desenvolvimento de receitas não aéreas, o desenvolvimento de infraestrutura de forma complementar à gestão e na própria operação do equipamento.

O crescimento de tráfego –  que é a atração de mais voos, companhias aéreas e passageiros – é o que mais interessa ao turismo local devido ao impacto positivo que trará a toda a cadeia produtiva do setor, incluindo hotéis, restaurantes, comércio e empresas de receptivo. Para cumprir este primeira meta, a Vinci pretende aproveitar todo o relacionamento que construiu com 250 companhias aéreas e 300 operadoras de turismo de todo o mundo ao administrar 36 aeroportos em países como França, Portugal, Camboja, Japão, Chile e República Dominicana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.