TRIBUNAL DE JUSTIÇA ADIA JULGAMENTO DO IPTU APÓS ‘FALHA’ DO PRESIDENTE

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ADIA JULGAMENTO DO IPTU APÓS ‘FALHA’ DO PRESIDENTE

 

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Gesivaldo Britto, informou, nesta quarta-feira (28), o adiamento do julgamento do IPTU de Salvador, após admitir que ele cometeu uma “falha”. Britto contou que designou o desembargador Sérgio Cafezeiro, que é relator da matéria, para uma viagem a Ilhéus.

“Aconteceu que o desembargador Cafezeiro, junto com Olegário [Moções Caldas] e Baltazar [Miranda], são da comissão de obras e foram à cidade de Ilhéus. Eu, inadvertidamente, designei o desembargador para ir lá, pois temos um problema com a aprovação do terreno pela Câmara. Se não resolver esse problema, temos que cancelar a licitação. Houve uma falha de minha parte. Peço desculpas aos colegas, aos senhores advogados, as partes, de modo de geral. Eu não me atentei”, justificou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.