ECONOMIA / POLÍTICA

ESTADO INVESTE R$ 142 MILHÕES COM PAGAMENTO DE NOVOS BENEFÍCIOS PARA SERVIDORES
ESTADO INVESTE R$ 142 MILHÕES COM PAGAMENTO DE NOVOS BENEFÍCIOS PARA SERVIDORES

O Governo do Estado reajustou o valor do auxílio-alimentação dos servidores públicos e concedeu vale-transporte para toda tropa da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Somados, os dois benefícios vão gerar um impacto para os cofres públicos de R$ 142,3 milhões, em 2019. A administração estadual faz um esforço de caixa para conceder os dois benefícios, diante do cenário adverso pelo qual atravessa o país, com recessão, redução da atividade econômica e queda de arrecadação.

O reajuste do ticket alimentação beneficiará 93.232 servidores públicos estaduais, que estão na ativa, no Poder Executivo. Já a concessão do vale-transporte abrangerá 33.334 servidores da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

O auxílio-alimentação dos servidores estaduais foi reajustado para R$ 12 por dia. Este valor multiplicado pelos 93,3 mil servidores que recebem o benefício vai gerar um impacto para os cofres públicos de cerca de R$ 6,4 milhões por mês. Em 12 meses, o custo totalizará R$ 77,1 milhões. O reajuste do auxílio-alimentação era um pleito do funcionalismo.

No ano de 2009, o Governo do Estado unificou o valor do auxílio-alimentação para todos os servidores do Estado, incluindo policiais militares e professores do ensino médio e fundamental, que recebiam valores menores. Como o auxílio-alimentação foi universalizado para todos os funcionários públicos do Estado, qualquer valor de reajuste linear no benefício gera um impacto econômico grande para as contas publicas, em função do contingente de servidores estaduais que trabalham no regime de 40 horas (93 mil).

Já o vale-transporte foi concedido para 31.045 policiais militares e 2.289 bombeiros. Os 33,3 mil servidores das duas corporações irão receber no contracheque o correspondente ao preço de duas passagens diárias. O benefício vai gerar um custo mensal de cerca de R$ 5,5 milhões. Multiplicado por um ano, o impacto econômico nas contas do governo será de 65,1 milhões.

OTTO GARANTE APOIO “ATÉ O LIMITE” À CANDIDATURA DE CORONEL À PRESIDÊNCIA DO SENADO
OTTO GARANTE APOIO "ATÉ O LIMITE" À CANDIDATURA DE CORONEL À PRESIDÊNCIA DO SENADO

O senador Otto Alencar (PSD) procede alinhado com a candidatura do correligionário Ângelo Coronel, em seu intento de lançar-se à presidência do Senado Federal. Num momento de dispersão dentro da Casa, com uma crescente rejeição ao nome de Renan Calheiros (MDB), Coronel surge como uma alternativa à liderança na Casa.

Para tanto, porém, o parlamentar baiano ainda terá que agregar o seu próprio partido, em torno do seu nome, aspecto em relação ao qual já havia chamado atenção o próprio Otto, há alguma semanas, em entrevista ao Bahia Econômica – com a ressalva de que garantia seu voto no correligionário.

“Coronel, logo após ser eleito, me ligou e me disse que existia um sentimento de renovação no Senado. […] Eu já tinha um convite dos senadores que estavam comigo para liderar o PSD nos próximos dois anos. Ele disse que iria colocar o próprio nome. É legítimo. Disse para ele ter consistência nessa pretensão”, disse Otto, em entrevista à Rádio Itapoan FM.

Otto ainda disse que apoiaria Coronel “até o limite” em seu intento de chegar à presidência do senado.  “Se ele disser que vai ser avulso até o fim, vou com ele. […] Acho ótimo para a Bahia. Agora, o partido tem oito componentes e não pode ficar fora da composição das comissões”.

DECLARAÇÕES DE HADDAD CAUSAM MAL ESTAR ENTRE PETISTAS
DECLARAÇÕES DE HADDAD CAUSAM MAL ESTAR ENTRE PETISTAS

As declarações do ex-prefeito de São Paulo e candidato derrotado à presidência da república, Fernando Haddad, que teceu críticas em relação à visita da presidente do partido, Gleisi Hoffmann à posse do ditador venezuelano Nicolás Maduro irritou uma série de alas petistas.

Conforme Haddad: “Não sei os argumentos e o que levou a Gleisi a ir para Caracas. Existe uma questão que considero importante, que é da mensagem que você passa ao tomar qualquer decisão”, disse Haddad em entrevista ao El País.

PREFEITURAS-BAIRRO JÁ EMITIRAM 11 MIL CARTEIRAS DE TRABALHO EM MENOS DE UM ANO
PREFEITURAS-BAIRRO JÁ EMITIRAM 11 MIL CARTEIRAS DE TRABALHO EM MENOS DE UM ANO

As dez Prefeituras-Bairro já emitiram 11.421 Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS), desde o mês de maio do ano passado, através da parceria entre a Prefeitura e a Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRTE-BA). A unidade com maior procura deste serviço foi a Prefeitura-Bairro Barra/Pituba, localizada no Rio Vermelho, com a emissão de 2.705 carteiras. Outras unidades que também tiveram alta procura do serviço foram as Prefeituras-Bairro do Subúrbio e Ilhas, com a emissão de 1.745 carteiras; e Cidade Baixa e Pau da Lima, com 1.650 e 1.030 novas carteiras geradas, respectivamente.

O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h por ordem de chegada, organizada através da distribuição de senhas que são entregues a partir das 7h30. Para a emissão da 1ª via, o cidadão deve estar munido da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. Em caso de 2ª via, além dos documentos citados, também é necessária a apresentação da certidão de nascimento, casamento ou divórcio e a carteira anterior, ou um Boletim de Ocorrência (BO), com os dados da carteira. O prazo de confecção é de 15 dias e a retirada é feita na unidade onde foi realizado o pedido.

Vagas de emprego – É não é necessário esperar receber o documento para se candidatar a uma vaga de emprego. Na ocasião, já é possível realizar uma pesquisa de vagas no guichê do Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (SIMM) e realizar a inscrição. Como a pesquisa de vagas é um outro serviço, é necessário que o cidadão pegue uma senha específica para essa atividade.

“Esse serviço na unidade Barra/Pituba, por exemplo, começou a ser feito no dia 30 de maio de 2018 e na maioria das Prefeituras-Bairro iniciamos esse atendimento entre junho e agosto. São dados muito significativos e trabalharemos para continuar aprimorando os serviços que são oferecidos ao cidadão”, conta a diretora geral das Prefeituras-Bairro de Salvador, Ana Paula Matos.

A solicitação da CTPS também pode ser realizada através do SIMM, localizado na Rua Miguel Calmon, nº 506, Edifício Ouro Preto, no Comércio, ao lado da praça da Mãozinha. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. No espaço, são distribuídas senhas por ordem de chegada, a partir das 6h30. O limite da distribuição dessas senhas termina as 16h50. Já foram confeccionadas cerca de 654 carteiras de trabalho pelo SIMM, no período de outubro de 2017 a dezembro de 2018.

Confira abaixo as unidades das Prefeitura-Bairro:

– Prefeitura-Bairro Centro/Brotas: Edifício Ranulfo Oliveira, 1 – Praça da Sé
– Prefeitura-Bairro Subúrbio/Ilhas: Rua Pará, 15 – Paripe
– Prefeitura-Bairro Cajazeiras: Rua Estrada do Coqueiro Grande, 1220 – Fazenda Grande II
– Prefeitura-Bairro Itapuã/Ipitanga: Avenida Dorival Caymmi, 17 –  Itapuã (NACS Itapuã)
– Prefeitura-Bairro Cidade Baixa: Rua Porto dos Mastros, 65 – Ribeira
– Prefeitura-Bairro Barra/Pituba: Rua Oswaldo Cruz – Rio Vermelho (em frente ao McDonald’s)
– Prefeitura-Bairro Liberdade/São Caetano: Avenida San Martin – Santa Mônica (ao lado do Empório dos Pisos)
– Prefeitura-Bairro Cabula/Tancredo Neves: Rua Silveira Martins – Cabula (ao lado da Vivo)
– Prefeitura-Bairro Pau da Lima: Avenida São Rafael, 186 – São Marcos
– Prefeitura-Bairro Valéria: Rua da Matriz – Valéria

ISIDÓRIO FALTA A AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO COM DANIELA MERCURY
ISIDÓRIO FALTA A AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO COM DANIELA MERCURY

O deputado Pastor Sargento Isidório (Avante) faltou à audiência de conciliação com Daniela Mercury, que seria nesta terça-feira (22) no Fórum Rui Barbosa. A artista entrou com uma queixa-crime contra o deputado pelo crime de injúria. O deputado federal eleito teria ofendido a cantora em vídeo postado na internet, após Daniela Mercury ter defendido a encenação de uma peça teatral religiosa protagonizada por uma atriz trans na cidade de Garanhuns, em Pernambuco.

 

“Vim aqui na audiência na data e horário marcados. A ausência deste senhor me ofende mais uma vez. Continuo na expectativa que a justiça aja e que ele seja obrigado a reparar o dano que causou a mim e a minha família”, disse a cantora.

VAMOS TRABALHAR PARA QUE O BRASIL SEJA EXEMPLO PARA O MUNDO, DIZ BOLSONARO
VAMOS TRABALHAR PARA QUE O BRASIL SEJA EXEMPLO PARA O MUNDO, DIZ BOLSONARO

Em discurso “curto” e “objetivo” como havia anunciado, com duração de 6 minutos e 36 segundos, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou hoje (22), no Fórum Econômico Mundial, em Davos na Suíça, os compromissos de campanha. Ele destacou a determinação de abrir a economia, atrair investidores, fazer reformas, diminuir o peso do Estado e combater a corrupção. “Representamos um ponto de inflexão.”

Brazil's President Jair Bolsonaro attends the World Economic Forum (WEF) annual meeting in Davos, Switzerland, January 22, 2019. REUTERS/Arnd Wiegmann

Jair Bolsonaro participa do Fórum Econômico Mundial em Davos – Reuters/Arnd Wiegmann/Direitos Reservados

Bolsonaro citou três de seus ministros Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Paulo Guedes (Economia) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores). Após o discurso, ele respondeu a perguntas dos organizadores do fórum sobre preservação do meio ambiente e desenvolvimento econômico, combate à corrupção e crescimento da América Latina.

O presidente se comprometeu a colocar o Brasil “no ranking dos 50 melhores países para se fazer negócios”, atrair capital estrangeiro, explorar recursos naturais, fazer as reformas tributária e da Previdência Social, investir em educação, incentivar turismo e manter a sustentabilidade do agronegócio. “Avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e da biodiversidade com o necessário desenvolvimento econômico.”

Bolsonaro enfatizou que o Brasil é “o país que mais preserva o meio ambiente. Nenhum outro país do mundo tem tantas florestas como nós. A agricultura se faz presente em apenas 9% do nosso território e cresce graças a sua tecnologia e à competência do produtor rural. Menos de 20% do nosso solo é dedicado à pecuária”, destacou.

“Essas commodities [produtos primários com cotação internacional], em grande parte, garantem superávit em nossa balança comercial e alimentam boa parte do mundo”, acrescentou o presidente. Ele também assegurou a vontade de “aprofundar” as relações comerciais.

Segundo o presidente, seu esforço será para que o Brasil se torne um exemplo para o mundo. “Nossa missão agora é avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e da biodiversidade com o necessário desenvolvimento econômico, lembrando que são interdependentes e indissociáveis.”

Bolsonaro disse que está empenhado em “integrar o Brasil ao mundo”. Para ele, um dos caminhos é a “defesa ativa da reforma” da Organização Mundial do Comércio (OMC) para buscar a eliminação do que chamou de “práticas desleais de comércio e garantir segurança jurídica das trocas comerciais internacionais”.

Reformas

O presidente destacou que pretende implementar uma série de medidas no país, e citou as reformas, a redução de tributos e a desburocratização. Segundo ele, são ações que vão levar ao desenvolvimento econômico e à estabilidade.

“Vamos diminuir a carga tributária, simplificar as normas, facilitando a vida de quem deseja produzir, empreender, investir e gerar empregos. Trabalharemos pela estabilidade macroeconômica, respeitando os contratos, privatizando e equilibrando as contas públicas.”

Valores

O presidente ressaltou que gastou menos de US$ 1 milhão na sua campanha e que o país precisa de resgatar valores. “Assumi o Brasil em uma profunda crise ética, moral e econômica. Temos o compromisso de mudar nossa história.”

Bolsonaro enfatizou que vai resgatar valores. “Vamos defender a família e os verdadeiros direitos humanos; proteger o direito à vida e à propriedade privada e promover uma educação que prepare nossa juventude para os desafios da quarta revolução industrial, buscando, pelo conhecimento, reduzir a pobreza e a miséria.”

Combate à corrupção

No discurso, Bolsonaro destacou ainda a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro: “O homem certo para o combate à corrupção e o combate à lavagem de dinheiro”, disse. Ao ser questionado sobre seus planos para a área, ele disse que Moro tem “todos os meios para seguir o dinheiro no combate à corrupção e no combate ao crime organizado”.

“É mudando a legislação e aperfeiçoando outra parte da mesma. Dessa forma, tenho certeza de que atingiremos nosso objetivo”, respondeu.

Bolsonaro também acrescentou que os ministros foram indicados de forma técnica, sem participação político-partidária. “Precisamos, sim, muito do Parlamento brasileiro e confiamos que grande parte do mesmo nos dará respaldo na busca do combate à corrupção e na lavagem de dinheiro. Dessa forma, o Brasil será visto de forma diferente aqui fora.”

Segurança

De acordo com o presidente, o governo federal investirá de forma intensa na segurança pública e convidou os presentes a conhecer o Brasil, lembrando que, apesar das belezas naturais, o país não está entre os 40 principais destinos turísticos do mundo. Ele destacou que pretende dinamizar o turismo no Brasil

“Vamos investir pesado na segurança para que vocês nos visitem com suas famílias, pois somos um dos primeiros países em belezas naturais, mas não estamos entre os 40 destinos turísticos mais visitados do mundo. Conheçam a nossa Amazônia, nossas praias, nossas cidades e nosso Pantanal. O Brasil é um paraíso, mas ainda é pouco conhecido.”

Estreia

Bolsonaro sublinhou que a sua presença no encontro é primeira viagem internacional que faz após a eleição, comprovando a importância que atribui às pautas que têm sido promovidas pelo Fórum de Davos.

“Esta é a primeira viagem internacional que realizo após minha eleição, prova da importância que atribuo às pautas que este fórum tem promovido e priorizado”, disse. “É, para mim, uma grande oportunidade de mostrar para o mundo o momento único em que vivemos em meu país e para apresentar a todos o novo Brasil que estamos construindo.”

O presidente disse que pretende viajar em breve para Israel, Itália, Argentina e Chile.

“Excelente”

O presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, classificou o discurso de Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial como “excelente”.

“Maravilhosas as palavras do presidente. De acordo com tudo o que estamos pensando e buscando para inovar no nosso país e que a gente tenha um rumo melhor e chegue aos nossos objetivos. A gente tem que lembrar que os nossos objetivos é que todo brasileiro tenha escola, acesso à saúde, ande na rua com segurança e tenha emprego e renda”, afirmou.

Sobre a preservação do meio ambiente citada no discurso, Mourão lembrou que o Brasil está no Acordo de Paris. “Às vezes alguns ruídos acontecem, mas a gente não pode fugir dessa questão ambiental, a questão do clima. O presidente tem plena consciência disso aí e deixou claro no discurso dele”, disse Mourão. O presidente em exercício participou hoje da transmissão de comando do 2º Regimento de Cavalaria de Guarda, para o tenente-coronel Antonio Cesar Esteves Mariotti, na Vila Militar, no Rio de Janeiro. Da Agência Brasil/Foto: Agência Brasil.

HEMÓVEL VISITA SHOPPINGS DE SALVADOR E NÚCLEO DE SAÚDE EM FEIRA DE SANTANA
HEMÓVEL VISITA SHOPPINGS DE SALVADOR E NÚCLEO DE SAÚDE EM FEIRA DE SANTANA

De hoje (22) a sexta-feira (25), a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) realiza atendimento externo em Salvador e Feira de Santana. Na capital baiana, o Hemóvel atende na entrada dos shoppings Salvador e Bela Vista. Em Feira de Santana, a unidade móvel permanece na sede do Núcleo Regional de Saúde.

Das 8h às 17h, o Hemóvel atende quem deseja realizar doação de sangue ou se cadastrar como doador de medula óssea. Os voluntários podem contribuir para o abastecimento dos bancos de sangue da Hemoba, que permanecem com uma redução de 20% em relação à média anual.

Os doadores de sangue devem ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que os menores de 18 anos precisam estar acompanhados por um responsável legal. Pessoas com mais de 60 anos apenas poderão doar caso já tenham realizado alguma doação antes dos 60 anos. Além disso, é obrigatório estar em boas condições de saúde, ter mais de 50 quilos e apresentar documento oficial com foto.

O candidato também deve estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação), sem ingerir bebida alcoólica nas 12 horas antecedentes à doação e sem fumar por pelo menos 2 horas.

RODRIGO HITA DIZ QUE ALELUIA DESCONHECE CULTURA AO PEDIR REVOGAÇÃO DE ACORDO COM HAVANA
RODRIGO HITA DIZ QUE ALELUIA DESCONHECE CULTURA AO PEDIR REVOGAÇÃO DE ACORDO COM HAVANA

Após o vereador Alexandre Aleluia (DEM) pedir revogação da lei que tornou Salvador e Havana (capital de Cuba) irmãs, o primeiro secretário do PSB na Bahia, Rodrigo Hita, disse em nota ao Bahia Econômica que ao analisar só ideologia, o demista desconhece a cultura.

O acordo de cooperação foi assinado em 1993 quando a senadora Lídice da Mata ( PSB) era prefeita de Salvador. Confira a nota na íntegra:

“O vereador está fazendo uma grande bobagem e só pensa em debates ideológicos. Assim como Salvador, Havana tem um centro histórico muito rico, com imóveis centenários, tem uma musicalidade singular e uma grande população e importantes heranças culturais e religiosas da comunidade negra, sem falar que são importantes destinos turísticos das Américas. Falar só de ideologia mostra desconhecimento em relação à cultura e à economia entre essas duas cidades que podem sim serem irmãs”, afirmou Rodrigo Hita, primeiro-secretário do PSB da Bahia.

NÃO HÁ MEIOS PARA MEDIR “COM SEGURANÇA” IMPACTO POSITIVO DE EVENTOS NAS CONTAS PÚBLICAS, DIZ SECRETÁRIO PAULO SOUTO
NÃO HÁ MEIOS PARA MEDIR "COM SEGURANÇA" IMPACTO POSITIVO DE EVENTOS NAS CONTAS PÚBLICAS, DIZ SECRETÁRIO PAULO SOUTO

O secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto disse hoje (22) em entrevista à Rádio Metrópole, que a Prefeitura de Salvador não tem meios para medir “com segurança” o possível aumento no impacto positivo de grandes eventos, como o Festival Virada Salvador, na arrecadação do município.

Ainda assim, o ex-governador e secretário da administração ACM Neto ponderou, em contrapartida, que não haveria dúvidas sobre os efeitos positivos desses eventos nas contas do município.

“Não existem ainda, no Brasil, mecanismos que a gente possa medir exatamente isso. Eu não posso pegar o Imposto Sobre Serviços (ISS), por exemplo, de hotéis, restaurantes, bares e atribuir tudo isso a um problema relacionado a isso aí. Não tenho dúvida nenhuma de que há um crescimento dessa arrecadação da prefeitura nesse período, mas nós não temos meios diretos de medir isso com segurança para que eu pudesse responder”, disse.

Souto ainda acrescentou que o município tem conseguido manter o “equilíbrio fiscal” mesmo em meio ao contexto de fraca recuperação da economia brasileira. “Hoje, o Brasil todo só fala nisso, em equilíbrio fiscal, porque está muito claro que ninguém consegue sobreviver sem isso. Desde o governo federal, muitos governos estaduais, até um grande número de municípios. A prefeitura de Salvador atravessou esse período todo com superávits orçamentários”, afirmou à Metrópole.

TRÊS DIAS APÓS EXPLOSÃO, MÉXICO CONTABILIZA 91 MORTOS
TRÊS DIAS APÓS EXPLOSÃO, MÉXICO CONTABILIZA 91 MORTOS

Agência Brasil

Três dias depois da explosão no gasoduto no município de Tlahuelilpan, em Hidalgo, no México, o país contabiliza 91 mortos, 52 feridos atendidos em vários hospitais, além de 68 restos mortais, dos quais 10 foram identificados.

O governador de Hidalgo, Omar Fayad Meneses, disse que o esforço no momento se concentra em “salvar vidas”. Segundo ele, paralelamente a população deve apoiar a estratégia nacional contra o roubo de hidrocarbonetos.

De acordo com o governador, as famílias afetadas pela explosão estão recebendo suporte para dormir, alimentar-se, para apoio funeral e transporte.

A explosão ocorreu no sábado (19). A suspeita é que foi motivada pela perfuração do gasoduto.

O furto de combustíveis no México se tornou um problema nacional. Na semana passada, o presidente da República concedeu entrevista coletiva, na qual detalhou um plano de governo para combater este tipo de crime.

*Com informações da Notimex, agência pública de notícias do México.