SERVIDORES DA CONDER CONTESTAM DECLARAÇÕES DO GOVERNADOR RUI COSTA

SERVIDORES DA CONDER CONTESTAM DECLARAÇÕES DO GOVERNADOR RUI COSTA

Funcionários da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) contestaram declarações do governador Rui Costa, segundo as quais a empresa pública seria “ineficiente”.

Os comentários do governador em relação à Conder foram prestadas em entrevista coletiva à imprensa essa semana, na qual o chefe do executivo baiano detalhou o pacote de medidas de austeridade, enviado à Assembleia Legislativa da Bahia (AL/Ba).

Dentre as medidas, o governo cogita a reestruturação ou mesmo a extinção da Conder. O presidente da Associação de Servidores da Conder (ASCON), José Augusto de Azevedo, questiona a suposta ineficiência da empresa, citando a participação da Companhia em obras do governo do estado, como intervenções na Paralela, Metrô, Avenida Orlando Gomes e Avenida Gal Costa.

Azevedo ainda contesta os números citados por Rui em relação aos funcionários aposentados da empresa. De acordo com a ASCON, seriam 203 aposentados, num total de 637 funcionários, e não o patamar de 300, informado pelo governo do estado.

Em assembleia, os funcionários da Conder encaminharam uma série de propostas ao governo do estado, no sentido de tornar a companhia mais eficiente, dentre as quais um Programa de Demissão Voluntária (PDV). “Porém, não há nada definido. Ainda não batemos o martelo”, disse Azevedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.