DE JULHO PARA AGOSTO, PRODUÇÃO INDUSTRIAL BAIANA CRESCE 2,7%

DE JULHO PARA AGOSTO, PRODUÇÃO INDUSTRIAL BAIANA CRESCE 2,7%

Please enter banners and links.

Em agosto, a produção industrial da Bahia, descontados os efeitos sazonais, apresentou o segundo maior crescimento (2,7%) entre os 15 locais pesquisados, ficando atrás apenas de Mato Grosso (3,0%). O desempenho também ficou bem acima da média nacional (-0,3%). Outros 8 locais registraram alta. Nessa comparação, os piores resultados foram registrados no Amazonas (-5,3%), Pará (-1,1%) Espírito Santo e em São Paulo, ambos com decréscimo de -0,9%.

Frente a agosto de 2017, a produção industrial baiana também registrou crescimento (1,2%), sendo o terceiro menor entre as áreas pesquisadas nesta comparação e bem abaixo da média nacional (2,0%). Nessa comparação, a produção industrial cresceu em 11 das 15 regiões, e os destaques positivos foram Rio Grande do Sul (12,3%), Pernambuco (11,7%) e Pará (11,0%). Com os resultados de agosto, a produção industrial na Bahia acumula em 2018 uma variação positiva de 0,6%, ainda bem abaixo do patamar de abril (2,2%), antes dos efeitos da greve dos caminhoneiros no setor.

No ano, a indústria do estado apresenta o menor crescimento dentre as áreas investigadas e tem um desempenho bem abaixo da média nacional (2,5%). Já no acumulado nos 12 meses encerrados em agosto, a produção industrial na Bahia cresce 0,8%, diminuindo o ritmo de expansão em relação aos 12 meses encerrados em julho (1,2%). Também se mantém com um desempenho inferior ao de abril (1,5%) e pior que a média nacional (3,1%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.