SEU INVESTIMENTO

DÓLAR JÁ É NEGOCIADO A R$ 4,00 NAS CASAS DE CÂMBIO

 dólar continua a subir e, nas casas de câmbio, já é negociado na casa dos R$ 4,00. Essa é a cotação para a compra da moeda em cartão pré-pago, já inclusos os 6,38% do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF). Em espécie, o dólar é vendido entre R$ 3,80 e R$ 3,90, já considerando os 1,10% de imposto. Os números valem para o do dólar turismo, vendido ao consumidor final. O

PETROS QUER DIVERSIFICAR INVESTIMENTOS

Segundo maior fundo de pensão do País, a Petros, dos funcionários da Petrobrás, anseia pelo dia em que poderá se posicionar exclusivamente como investidor financeiro, sem se preocupar com a gestão de empresas. Da fundação, que voltou a ser ativa na procura por novas oportunidades, o dinheiro tem saído em proporções bem menores que no passado, direcionado preferencialmente a fundos de investimentos. A postura frente a problemas em empresas já

BANCOS SEGUEM A CAIXA E TAMBÉM REDUZEM JUROS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

Os principais bancos no Brasil seguiram o movimento da Caixa Econômica Federal e também reduziram nas últimas semanas suas taxas para crédito imobiliário, acirrando a competição nas linhas de financiamento com recursos da caderneta de poupança, informou o G1. Banco do Brasil, Bradesco e Santander passaram a anunciar novas taxas, enquanto o Itaú Unibanco manteve suas condições inalteradas mas em linha com as da Caixa. Com isso, as taxas mínimas

BANCOS PODEM EMITIR LETRAS IMOBILIÁRIAS GARANTIDAS

O Banco Central informou nesta sexta-feira (4) que concluiu a regulamentação necessária para a emissão da Letra Imobiliária Garantida (LIG), permitindo que a partir de agora as instituições financeiras possam emitir esse instrumento. As Letras Imobiliárias Garantidas representam mais um instrumento para os bancos captarem recursos no mercado para financiamento do crédito imobiliário. “O título tem ainda o potencial de complementar as fontes tradicionais de recursos para o setor imobiliário,

FINTECHS VÃO ESTIMULAR A COMPETIÇÃO, DIZ BC

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira (27) que a regulamentação das fintechs de crédito, anunciada na véspera, vai estimular a competição no setor bancário, o que poderia levar à redução de juros. “Dar crédito através de fintechs é uma forma mais simples, mais inovativa, estimula a competição”, disse em evento promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em São Paulo. Segundo Ilan, a inclusão dessas startups

TESOURO DIRETO SUPERA 2 MILHÕES DE INVESTIDORES EM MARÇO

A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta terça-feira (24) que os resgates de títulos do Tesouro Direto superaram novamente em março as emissões de novos títulos públicos. Esse foi o oitavo mês seguido que o movimento foi registrado. Segundo o governo, no mês passado, os resgates totais somaram R$ 1,225 bilhão e as vendas de títulos, R$ 1,125 bilhão. Com isso, a retirada de títulos do mercado superou as emissões

DÓLAR PASSA DE R$ 3,45 E ALCANÇA O MAIOR VALOR EM 16 MESES

Em mais um dia de tensões no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou no maior valor desde o fim de 2016. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (23) vendido a R$ 3,453, com alta de R$ 0,041 (+1,2%). A cotação está no maior valor desde 2 de dezembro de 2016, quando a moeda foi vendida a R$ 3,473. Na Bolsa de Valores, o dia foi de oscilações. O índice Ibovespa,

MUDANÇA NO CHEQUE ESPECIAL TERÁ EFEITO MARGINAL NO SPREAD, DIZEM ECONOMISTAS

A nova regra do cheque especial, que deverá ser adotada pelos bancos a partir de julho, não ajudará a reduzir o endividamento e terá efeito limitado na redução do spread (diferença entre o que os bancos ganham para emprestar e pagam para captar recursos), avaliam economistas. Ainda assim, eles veem com bons olhos a troca de uma dívida cara por outra mais barata. O cheque especial é uma linha emergencial

OITO EM CADA DEZ BRASILEIROS NÃO SE PREPARAM PARA APOSENTADORIA

Embora a expectativa de vida tenha aumentado nas últimas décadas, a grande maioria dos brasileiros não se planeja, no presente, para garantir sua tranquilidade financeira quando for preciso ou desejar parar de trabalhar. A pesquisa O Preparo para Aposentadoria no Brasil, realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) indica que oito em cada dez brasileiros (78%) admitem que não estão

FUNDOS DE PENSÃO REDUZEM DÉFICIT EM R$ 34,5 BILHÕES EM 2017

Os fundos de pensão reduziram em R$ 34,5 bilhões o déficit acumulado em 2017, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (16) pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). Assim, o saldo negativo das entidades fechou o ano passado em R$ 36,1 bilhões em um total de 75 fundações. Um ano antes, havia sido de R$ 70,6 bilhões. No ano passado, o setor tinha 141 entidades superavitárias, cujo resultados positivos somados chegaram