Samuelita Santana

SAMUELITA - O “VELHO NORMAL” DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA NA PÓS-PANDEMIA

Falamos tanto em modernidades tecnológicas e revolução digital inclusiva que a ideia de que já vivemos num mundo 100 por cento global se cristalizou confortavelmente em nossas mentes apressadas. Então veio a pandemia imposta pelo novo coronavírus e escancarou uma mazela – entre tantas outras – há muito instalada diante dos nossos olhos. Olhos generalizados que já não se dão ao trabalho de enxergar com precisão, nesses tempos modernos de

SAMUELITA - TRAGÉDIA COM CARIMBO PRESIDENCIAL

Em que pese a natureza corrupta de algumas gestões – estaduais e municipais – que mesmo em meio a uma assombrosa pandemia decidiram de forma vil, chocante e vergonhosa, fraudar a compra de equipamentos essenciais para o salvamento de vidas – a exemplo dos respiradores -, ignorando por completo o aumento de mortes que isso poderia causar – e efetivamente causou -, além dos milhões em prejuízos aos cofres públicos,

SAMUELITA SANTANA - O LADO PERVERSO DA OCULTAÇÃO  DE MORTOS

Na calada da noite da última quarta-feira, 4, o Ministério da Saúde retirou do ar o portal de divulgação dos dados da Covid-19 e, ao retornar, quase 20 horas depois, apresentava apenas informações sobre novos casos registrados no dia. Sumiram do portal os números consolidados e o histórico desde o início da pandemia, assim como os links para downloads, utilizados por pesquisadores, jornalistas e outros sites de acompanhamento e monitoramento

SAMUELITA SANTANA- CENAS DE UM DOMINGO: UMA JORNALISTA NA QUARENTENA

Acordei lentamente nesse domingo de quarentena querendo continuar enroscada em lençóis, pijama e meias. Me estiquei com a preguiça dos que lamentam sair da zona de conforto, mas que se obrigam a levantar. Lancei um olhar pidão para a cama. “Já é tarde!” Me cobrei, ao tempo em que argumentava com os meus “alertadores”: “tarde pra quê?” Desisti do embate que travaria inútil queda de braço entre seres sabotadores e

SAMUELITA SANTANA - A DURA ESCOLHA DE SOFIA

Nos últimos dias tenho acompanhado uma notícia que me fez estarrecer. Uma matéria que arrepia, causa terror e que há alguns dias seria algo inimaginável de se pensar. Com o colapso da rede pública de saúde por conta do Covid-19 e com a rede particular já ultrapassando os 90% de ocupação dos leitos de UTI o governo do Rio de Janeiro, em conjunto com uma equipe técnica que integra membros

SAMUELITA SANTANA-   AI-19: A ESTUPIDEZ  DE UM ATO ISOLADO

Que é um momento único e nunca visto na história recente do planeta já sabemos. A Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, invadiu mais de 180 países, infectou 2,3 milhões de pessoas e matou mais de 160 mil, em apenas 4 meses. No Brasil, até esse domingo já eram 38.654 casos confirmados da doença e 2.462 mortes. A taxa de letalidade por aqui está em 6,4%. A OMS adverte, porém,

SAMUELITA SANTANA- O MUNDO TESTA POSITIVO PARA A  SOLIDARIEDADE

Em qualquer outra circunstância o grito “Eu falei Faraó” da varanda de uma moradora da Bahia, teria reverberado outros ecos.  A entusiasta cantora da sacada, poderia ouvir diversos outros impropérios como: “cala a boca” ou “só pode ser maluca”. Mas dessa vez NÃO! O brado, “Eu falei Faraó”, bateu na caixa de ressonância de outras tantas varandas vizinhas e retornou em forma de um solidário coral: “Êeeeeeee, Faraó”. E foi lindo de

SAMUELITA SANTANA- QUANDO MASCARADOS BATEM À PORTA E ISSO NÃO É "FANTASIA"

A cena mais emblemática para o Brasil, essa semana, aconteceu dentro do Palácio da Alvorada. Dois dias após ter declarado durante um evento, em Miami (EUA), que a gravidade da Covid-19 causada pelo novo coronavírus é “fantasia” e não “isso tudo” que a mídia propaga, o presidente Jair Bolsonaro despachava, em seu palácio, com assessores usando máscaras de proteção contra o vírus. A “fantasia” da mídia, como foi classificada pelo

SAMUELITA SANTANA- CONGRESSO X EXECUTIVO: ARMAÇÕES IMPOSITIVAS

O grande X das pressões que vaporizam hoje entre o Congresso Nacional e o Executivo é, na verdade, o veto do presidente Jair Bolsonaro ao “jaboti” colocado  na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, obrigando o governo a executar a bagatela de R$ 30 bilhões em emendas impositivas que seriam distribuiídas pelo relator do Orçamento, conforme – é óbvio -, os interesses eleitorais de seus pares. Mas a fumaça quente evaporou-se

SAMUELITA SANTANA - BRASIS: A DIVERSIDADE QUE NOS JUNTA E NOS SEPARA

Em Santa Catarina passando uma temporada por conta de projetos pessoais – região do Brasil que ainda não havia tido a oportunidade e o prazer de conhecer -, pude ampliar ainda mais a visão sobre a diversidade que esse país abriga. Esse Brasil de tantas raízes, de tantas misturas, de tantos resultados miscigenados que vão além daquela primeira matriz configurada pelo antropólogo Darcy Ribeiro – índio, europeu, africano – não