ADARY OLIVEIRA - A ECONOMIA DE ESCALA

Na indústria de processo contínuo em geral, e na química em particular, costuma-se definir economia de escala como aquela que se obtém ao se estabelecer no processo produtivo arranjo capaz de proporcionar menor custo unitário de fabricação. Diz-se que quanto maior a capacidade de produção de uma fábrica menores são seus custos industriais, o que lhe oferece maior poder competitivo nos mercados. Peter H. Spitz em seu livro “Petrochemicals –

JOSÉ MACIEL - INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS, BODE, UMBU E UAUÁ

No  último artigo, salientamos a importância  dos instrumentos de agregação de valor no agronegócio, e destacamos que a Indicação Geográfica (IG) é uma das formas promissoras  para se alcançar tal intento. Pontuamos ainda que existe  um vasto universo de possibilidades na Bahia a serem estudadas , com fins de obtenção da IG junto ao INPI-Instituto Nacional de Propriedade Industrial,  com todos os impactos possíveis já mencionados, como aumento de preços

SAMUELITA SANTANA - A REVOLUÇÃO DO JORNALISMO LENTO

Retornando à coluna Visualidades após um breve descanso – período em que inexoráveis reflexões sobre os difíceis tempos em que vivemos ganharam espaço -, me ocorreu essa abordagem sobre a importância do jornalismo em tempos caóticos e pandêmicos, sua sobrevivência, readequação e credibilidade. Um tema nada fácil em épocas de fake news, amadorismo e enxurrada de “influencers” produzindo conteúdos a torto e a direito nas redes sociais. Há os que defendam essa febre de “exibir

ADARY OLIVEIRA - MODOS FÁCEIS DE DESESTATIZAR (II)

Relatei no meu último artigo o caso de privatização da Paranapanema localizada em São Paulo, transferindo sua floresta de pinheiro para a PISA, empresa situada em Jaguariaiva, no Paraná. Volto ao tema desestatização com o caso da Salgema, implantada no Estado de Alagoas. Vivia na Bahia o empresário Euvaldo Luz muito conhecido por ter prestado serviços aos americanos fazendo reparo naval em seus navios durante a Segunda Guerra Mundial, ocupação

JOSÉ MACIEL- AGREGAÇÃO DE VALOR NO AGRONEGÓCIO

No último artigo, a partir do estudo da EMBRAPA , intitulado ” 2030: o futuro da agricultura brasileira”, abordamos os principais   movimentos migratórios no Brasil, com especial destaque para a chamada “caminhada dos sulistas”, considerada a mais impactante para a produção de grãos no Brasil, e que colocou  o Oeste baiano e o MATOPIBA definitivamente no mapa da produção de grãos mais dinâmica do país. Este mesmo estudo coloca a

ADARY OLIVEIRA - MODOS FÁCEIS DE DESESTATIZAR

Antes de ser instalado o Programa Nacional de Desestatização (PND), criado através da Lei 8.031 de abril de 1990, não existiam regras burocráticas para a realização da transferência da propriedade das empresas estatais para o controle privado. Era permitido privatizar desde que existissem o bom senso e a necessidade de viabilizar projetos com redução de custos e eliminação de ineficiências. Quando eu era diretor da BNDESPar, de 1979 a 1984,

JOSÉ MACIEL- A  EMBRAPA,  O MATOPIBA E O  SEALBA

Em  estudo intitulado “2030: o futuro da agricultura brasileira”, a EMBRAPA destaca movimentos populacionais relevantes no Brasil a partir dos anos 1950-1960, e , a partir daí, elege as duas principais fronteiras agrícolas  do país na atualidade: o MATOPIBA e o SEALBA. O referido trabalho pontua inicialmente  que o Brasil do século XX foi marcado por intensa movimentação populacional interna. Com efeito,  a partir da década de 1950, milhões de

ADARY OLIVEIRA- ESTÓRIAS DE MINERADORES

São muito conhecidas as estórias de pescadores, mas vez por outra me lembro de estórias de mineradores, muitas delas verdadeiras histórias. Conheci em Andaraí, na Chapada Diamantina, um cidadão muito rico, prefeito da cidade e chefe político de muito prestígio. Ele era popular pelo ouvido apurado, capaz de descobrir segredos de cofres após poucas escutas. Contam que certa feita, apareceu na cidade um viajante vendendo uma arca que ninguém conseguia

JOSÉ MACIEL - SENADO APROVA AQUISIÇÃO DE TERRAS POR ESTRANGEIROS

O Senado aprovou em dezembro último o Projeto de Lei 2963, de 2019, de autoria do Senador Irajá (TO), que flexibiliza a aquisição de terras por estrangeiros no Brasil. Trata-se de tema polêmico, mas que procuraremos trazer aqui para tentar desmistificar receios e temores e salientar sua importância no aporte de investimentos relevantes no país, sobretudo em áreas de fronteira agrícola em expansão, cujo exemplo mais visível é constituído pelos

ADARY OLIVEIRA - O FECHAMENTO DE UMA FÁBRICA

Quando o assunto da aula era fluxo de caixa, eu descrevia o seu funcionamento como semelhante ao de um reservatório de água com uma única torneira de entrada e pelo menos sete torneiras de saída. A torneira que abastecia a caixa d’agua teria de ser dotada de uma vazão suficiente para atender a todas as saídas. Se o nível do líquido dentro do tanque estivesse subindo, era sinal de que