Lucas Leal

BOLSA DE VALORES: MUDANÇA BRUSCA DE DIREÇÃO

Depois de cinco pregões seguidos de queda, o Ibovespa  terminou o período em forte desvalorização de -6,04%, o movimento foi tão significativo que devolveu os ganhos das últimas três semanas, reforçando a máxima do mercado: “os preços sobem de escada e descem de elevador”. No cenário internacional, a crise cambial na Turquia contaminou os mercados, levando as principais bolsas do mundo a realização. Na China, a balança comercial registrou ganhos

BOLSA: O RALI CONTINUA

Tivemos a sexta semana seguida de valorização para a bolsa brasileira, levando o Ibovespa a terminar o período com ganhos de +1,96%. No Brasil, o Copom manteve a taxa de juros inalterada em 6,5% e o mercado voltou a projetar que a Selic deve ser mantida nesse patamar até o final do ano. No cenário corporativo, a divulgação do balanço da Petrobras surpreendeu o mercado, levando as ações da companhia

L.LEAL: PANORAMA DO MERCAD0

Tivemos a quinta semana seguida de alta para a bolsa brasileira, levando o Ibovespa a uma valorização de 1,65%, o mês de agosto já acumula alta de 9,76% . Nos EUA a divulgação do PIB mostrou que a maior economia do mundo continua em ritmo forte. Outra notícia relevante da semana foi que Estados Unidos e a União Europeia declaram cessar fogo para a guerra comercial. Na China, o Governo

PANORAMA DO MERCADO - CHEGANDO NO OBJETIVO

Tivemos a quarta semana seguida de alta para a bolsa brasileira, o otimismo continuou tomando contado do mercado levando o Ibovespa a uma alta de +2,58%. No Brasil, a disputa eleitoral foi o destaque, o Centrão fechou acordo para apoiar Alckimin, trazendo a esperança que a candidatura dele vai começar a crescer. Outra notícia positiva para os mercados foi que a ANP decidiu não intervir na frequência de reajuste de

LUCASL LEAL- PANORAMA DO MERCADO : COMEÇANDO O SEGUNDO SEMESTRE

  Estamos de volta com o Panorama! Tivemos a terceira semana seguida de alta para a bolsa brasileira, o Ibovespa continuou mostrando força e terminou o período com valorização de +2,11%. No Brasil, com o fim da copa do mundo os holofotes vão se direcionar cada vez mais para a campanha política. A disputa ainda está bastante incerta sem um favorito claro  e será o principal destaque do segundo semestre.

PANORAMA DO MERCADO: RISCO ALTO

Tivemos a quinta semana seguida de desvalorização na bolsa brasileira, a desconfiança continua tomando conta do mercado, levando o Ibovespa a uma queda de -3,59%. No Brasil, o cenário político está em evidência, a situação do presidente Temer está cada vez mais difícil e para agravar a situação novas denuncias estão sendo levantadas contra ele. No cenário económico, a volatilidade do juros futuro mostra como o mercado está sem a

PANORAMA DO MERCADO : A VOLATILIDADE CONTINUA

Tivemos a quarta semana seguida de forte realização para a bolsa brasileira, o pânico continuou ditando o rumo dos mercados, levando o Ibovespa a uma realização de -5,56%. No Brasil, a incerteza tomou conta e o mercado passou a precificar um cenário de altíssimo risco, o juros futuro chegou a projetar que a Selic vai terminar o ano em 7,50%, ou seja, o Banco Central (BC) terá que subir a

PANORAMA DO MERCADO : ALTA VOLATILIDADE

Tivemos a terceira semana seguida de queda para a bolsa brasileira, a realização de segunda-feira foi muito forte e nem mesmo o movimento de recuperação dos outros três pregões foi suficiente para livrar o Ibovespa de uma desvalorização de -2,10%. No Brasil, a greve dos caminhoneiros começou perder força ajudando a estabilizar a situação logística do país, mas outras consequências relevantes da grave vieram a tona quando o presidente da

LUCAS LEAL – PANORAMA DO MERCADO: NO SUPORTE

Tivemos a segunda semana seguida de forte realização para a bolsa brasileira, o pessimismo contagiou os mercados levando o Ibovespa a uma realização de -5,04%. No Brasil, a situação extrema provocada pela greve dos caminhoneiros mostrou que o Governo Temer perdeu a capacidade de articulação e Governabilidade, exatamente um ano após as graves acusações levantadas contra o presidente, por Joesley, dirigente da JBS. Ainda está difícil de prever quanto tempo

LUCAS LEAL : PANORAMA DO MERCADO - NO SUPORTE

Tivemos uma semana de forte queda para a bolsa brasileira, depois de terminar a quarta feira, sinalizando que podia iniciar o esperado rali de alta, já na quinta feira o mercado mudou de direção e dois pregões negativos levaram o Ibovespa a terminar o período em desvalorização de -2,51%. No Brasil, o Banco Central que vinha adotando uma postura bastante previsível, desta vez surpreendeu ao manter a Selic no patamar de 6,5%,