José Maciel dos Santos Filho

JOSÉ MACIEL - CNA SUGERE PLANO SAFRA ROBUSTO PARA A TEMPORADA 2022-2023

Diante da proximidade do início da vigência do próximo Plano Safra ( 1 de julho próximo, até 30 de junho de 2023), a CNA-Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária e outras lideranças rurais entregaram recentemente ao governo federal uma série de recomendações e o fundamento central das demandas é que  o setor agropecuário vem trabalhando num contexto de custos altos, juros elevados e incertezas no suprimento de alguns insumos ,

JOSÉ MACIEL - CIRO GOMES E O  AGRONEGÓCIO

A exemplo do que fizemos em 2018, à medida que as propostas dos candidatos a presidente da república forem sendo divulgadas, a nossa ideia é trazê-las para este espaço, para fins de análise e discussão. Até onde sabemos, a proposta do pré-candidato Ciro Gomes, exposta , no livro “Projeto Nacional – o dever da esperança”, editado em 2020, é a única disponível até o momento. No  livro acima citado, as

JOSÉ MACIEL - AGROINDÚSTRIA A JUSANTE E OUTRAS FORMAS DE AGREGAÇÃO DE VALOR AO AGRONEGÓCIO

Em coluna anterior, expressamos a constatação segundo a qual o agronegócio brasileiro tem abastecido com folga o nosso  mercado interno, além de exportar para mais de 180 países, colocando as vendas externas setoriais em patamar superior a 120 bilhões de  dólares, algo equivalente a uma fatia entre 43% e 48% das exportações totais do país nos últimos dois anos. Nada obstante, o conflito Ucrânia-Rússia colocou com mais nitidez que temos

JOSÉ MACIEL - CONTRIBUIÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR NO BRASIL

Existe uma tese muito difundida entre nós segundo a qual a nossa agricultura familiar produz cerca de 70% dos alimentos consumidos pelos brasileiros. Esse tipo de afirmação as vezes deu  margem para que alguns governos criassem  ministérios e secretarias só para cuidar e fomentar a produção agrícola familiar, formato institucional esse que esteve em vigor, por exemplo, em alguns governos petistas, nos quais haviam inclusive dois Planos-Safras: um para a

O TRIGO E A AUTOSSUFICIÊNCIA BRASILEIRA

JOSÉ MACIEL DOS SANTOS FILHO  (1) Em coluna de março de 2021, destacamos o debate da necessidade da busca de alternativas para fazer a rotação de culturas com a soja nas áreas de cerrado, no momento em que esta leguminosa avançou no Centro-Oeste e cerrados do Nordeste. Após longo esforço, as pesquisas da EMBRAPA indicaram o trigo como uma das opões, elegendo os estados do Centro-Oeste, Minas Gerais, São Paulo,

JOSÉ MACIEL - AINDA A PROPÓSITO DOS FERTILIZANTES

Na última coluna, destacamos o problema da excessiva dependência brasileira das importações de fertilizantes para suprir nosso mercado interno, configurando um cenário de grande vulnerabilidade para o agronegócio nacional, especialmente nas áreas de potássio e, em menor grau, de nitrogênio e fósforo. A recomendação óbvia consiste na diversificação de nossas fontes de suprimento externo, contemplando países como Canadá, Irã, Chile, Catar , Israel e outros, e, por outro lado, no

A BAHIA  NO RANKING NACIONAL DA IRRIGAÇÃO POR PIVÔS CENTRAIS

JOSÉ MACIEL DOS SANTOS FILHO  (1) Na última coluna, abordamos a posição da Bahia no ranking agrícola municipal brasileiro, utilizando os levantamentos do IBGE , com base em dados de 2020. Constatou-se a presença de 9 municípios  baianos , sendo 7 na região Oeste: São Desiderio, Formosa do Rio Preto, Barreiras , Luís Eduardo Magalhães (LEM), Correntina, Riachão das Neves e Jaborandi. Juazeiro e Mucugê completam a relação. A presença

JOSÉ MACIEL - A BAHIA NO RANKING AGRÍCOLA MUNICIPAL BRASILEIRO

O IBGE divulgou recentemente a relação dos 100 maiores municípios agrícolas brasileiros, segundo o valor bruto da produção agrícola, calculado utilizando dados de 2020. Todo ano o Instituto divulga uma listagem desse tipo. Nos anos anteriores, normalmente a lista englobava os 50 maiores municípios, e nesse universo é  possível constatar a presença habitual de 6 municípios baianos,  todos localizados no Oeste. São eles , por ordem decrescente de importância: São

JOSÉ MACIEL - O PROJETO DE IRRIGAÇÃO DO BAIXIO DE IRECÊ

Na coluna anterior, veiculamos algumas informações sobre o chamado Polo Agroindustrial e Bioenergético, localizado nos municípios baianos Barra e Muquém do São Francisco, no  Médio São Francisco, com alguns projetos aprovados (7) e outros em análise (5), perfazendo um montante de investimentos da ordem de 2,3 bilhões de reais e previsão de geração de aproximadamente 22 mil empregos, além de uma Fazenda Escola para formar e capacitar mão-de-obra para os