Abril 2, 2018

PSB QUER MAIS UMA SECRETARIA PARA APOIAR RUI COSTA
PSB QUER MAIS UMA SECRETARIA PARA APOIAR RUI COSTA

 

O PSB da Bahia está avaliando a possibilidade de desistir da candidatura à reeleição da senadora Lidice da Mata (PSB). Com isso Lidice seria candidata a deputada federal e o partido apoiaria a reeleição de Rui Costa (PT).

Mas para o isso acontecer a cúpula do PSB pretende apresentar uma demanda ao governador Rui Costa (PT). Nas demandas está o aumento do partido no governo do estado com mais uma secretaria.

JERÔNIMO RODRIGUES E JONIVAL LUCAS COTADOS PARA VAGA DE JOSIAS NA SERIN
JERÔNIMO RODRIGUES E JONIVAL LUCAS COTADOS PARA VAGA DE JOSIAS NA SERIN

 

Na próxima semana o governador Rui Costa (PT)vai realizar uma reforma administrativa no seu governo. O motivo é pelo fato de vários secretários terão de retornar para seus mandatos como deputados.

O atual secretário de relações institucionais, Josias Gomes (PT), vai retornar para o seu mandato de deputado federal. Até o momento não foi definido que será o seu substituto.

Segundo informações, existem dois nomes cotados para o cargo, o primeiro é do atual secretário de Desenvolvimento Rural Jerônimo Rodrigues, e o segundo é o ex-prefeito de Sapeaçu, Jonival Lucas, que é assessor de Josias na secretaria.

NETO INAUGURA SEXTA-FEIRA CIDADE DE PLÁSTICO E DEVE ANÚNCIAR CANDIDATURA AO GOVERNO
NETO INAUGURA SEXTA-FEIRA CIDADE DE PLÁSTICO E DEVE ANÚNCIAR CANDIDATURA AO GOVERNO

 

A expectativa de aliados do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), é que o democrata soteropolitano anuncie a decisão sobre ser candidato ou não ao governo da Bahia na próxima sexta-feira (6), quando inaugura a primeira etapa da comunidade Guerreira Zeferina, anteriormente conhecida como Cidade de Plástico, em Periperi.

O início das obras na localidade começou, em junho de 2016, e vai impactar cerca de 300 famílias. Na época, a prefeitura informou que a intervenção custaria mais de R$ 17 milhões, mas todo o projeto da comunidade prevê investimentos da ordem de R$ 21 milhões.

Em 2012, durante a campanha na qual se elegeu prefeito, ACM Neto foi hostilizado na comunidade. Uma moradora chamou o então candidato de “vagabundo” e “pilantra”.

Os correligionários esperam que ACM Neto confirme que vai disputar o Palácio de Ondina. Na semana passada, durante a autorização do início das obras do BRT, o prefeito não disse que seria postulante, mas adotou um tom de despedida.

TEMER INDICA SERVIDORA DE CARREIRA PARA DIRETORIA DO BANCO CENTRAL
TEMER INDICA SERVIDORA DE CARREIRA PARA DIRETORIA DO BANCO CENTRAL

 

O presidente da República, Michel Temer, encaminhou ao Senado o nome de Carolina de Assis Barros, servidora de carreira do Banco Central, para ocupar o cargo de diretora de Administração da autarquia. O despacho está publicado na edição de hoje (2) do Diário Oficial da União.

Para os posto, os diretores do BC passam por sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado e precisam ter o nome aprovado pelo plenário da casa legislativa. A última vez que o BC teve uma mulher como diretora foi de janeiro de 2008 ao início de 2010, quando Celina Berardinelli foi diretora de Assuntos Internacionais.

No último dia 22, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, encaminhou a Temer a indicação para a diretoria. Carolina Barros, que já exerceu as funções de secretária-executiva do Banco Central e chefe de gabinete da Diretoria de Administração, ocupa desde 2012 o cargo de chefe do Departamento de Comunicação.

RUI INAUGURA ESCOLA, ENTREGA ESTÁDIO E AUTORIZA CONVÊNIOS PARA AGRICULTURA FAMILIAR
RUI INAUGURA ESCOLA, ENTREGA ESTÁDIO E AUTORIZA CONVÊNIOS PARA AGRICULTURA FAMILIAR

 

Os estudantes do distrito de Gameleira do Jacaré, no município de São Gabriel, no centro norte do estado, foram beneficiados com uma nova escola. Com um investimento de R$ 1,2 milhão, o Colégio Estadual Almerinda Almeida atenderá a 350 alunos do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em um raio de 50 quilômetros da zona rural do município, em três turnos. A unidade foi inaugurada pelo governador Rui Costa, nesta segunda-feira (2).

Quatro salas de aula, banheiros e toda a estrutura necessária foram entregues à comunidade. “A nossa ideia é oferecer equipamentos de qualidade para a juventude poder estudar. É fundamental também que a gente se convença da importância da família se envolver na educação dos filhos”, declarou o governador ao relembrar sua trajetória na área educacional.

De acordo com o secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, a partir de julho de 2018, o novo colégio estadual receberá um curso de Educação Profissional. “A diretora já vai conversar com a população para escolher a opção que melhor se encaixa na comunidade”, afirmou Pinheiro. O titular da Secretaria de Educação salientou ainda que, até dezembro deste ano, 162 unidades escolares serão entregues na Bahia, novas ou reformadas.

Durante visita a São Gabriel, o governador ainda entregou o Estádio Municipal José Oliveira Maia totalmente reformado. Com recursos da ordem de R$ 372 mil, foram recuperados alambrado, vestiário, arquibancada, bancos de reserva; sanitário público e bar. Na mesma ocasião, Rui autorizou a celebração de um convênio no valor de R$ 220 mil, entre a Prefeitura de São Gabriel e a Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), órgão vinculado à Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre), para a implantação do gramado e da irrigação do estádio.

TERREMOTO NA BOLÍVIA É SENTIDO EM QUATRO ESTADOS BRASILEIROS E CAUSA PÂNICO
TERREMOTO NA BOLÍVIA É SENTIDO EM QUATRO ESTADOS BRASILEIROS E CAUSA PÂNICO

 

Um tremor de terra foi sentido no centro de Brasília às 10h40 desta segunda-feira (2). Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o abalo foi reflexo de um terremoto de magnitude 6,8 ocorrido na Bolívia.

Os abalos também foram sentidos na Avenida Paulista, em São Paulo, em Santos (SP), em Marília (SP), em São Carlos (SP), em Araxá (MG), em Belo Horizonte (MG), em Uberlândia (MG), no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

“É um tremor considerável, mas ainda não sabemos de estragos no Brasil e na Bolívia. Qualquer tremor assim tem reflexos. Por isso, as pessoas sentiram aqui”, disse o professor da UnB George Sand França.

No Setor Comercial Sul (SCS), foram sentidos três abalos pequenos e um maior, que durou mais de 5 segundos. Não houve feridos no Distrito Federal.

O subsecretário da Defesa Civil, Sérgio Bezerra, pediu que a população tenha calma. “A orientação é de que as pessoas se acalmem. Foi como se um caminhão pesado tivesse passado na frente da sua casa”, explicou.

Nenhum problema estrtutural foi identificado na área central de Brasília, segundo Bezerra. “O concreto e as ferragens bastante robustas aqui no centro são capazes de suportar isso com bastante tranquilidade. Não por acaso, nenhuma fissura foi observada.”

Ele orientou que os moradores liguem para o órgão “apenas caso haja rachaduras em vigas ou pilares” e recomendou que as pessoas tenham atenção dentro de edificações que não seguiram as recomendações de engenharia e arquitetura, “feitas apenas por um mestre de obras, sem cálculos estruturais”.

É PRECISO GARANTIR AS CONQUISTAS DO GOVERNO TEMER, DIZ OCCHI
É PRECISO GARANTIR AS CONQUISTAS DO GOVERNO TEMER, DIZ OCCHI

 

O novo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse, ao tomar posse na manhã desta segunda-feira, 2, que é necessário “garantir as conquistas” do governo do presidente Michel Temer, como a redução da taxa de juros e a criação do teto de gastos.

Em meio às denúncias de favorecimento ao setor portuário, que vieram à tona durante a Operação Skala na semana passada e que levaram à prisão de pessoas próximas do presidente da República, Occhi adotou um discurso em defesa da continuidade do governo.

“Denúncias que mais tarde não são caracterizadas fazem mal à democracia, à liberdade, às pessoas. O presidente não quis que não se apurasse, mas não podemos condenar as pessoas de forma antecipada”, disse o novo titular da Saúde.

MERCADO PREVÊ INFLAÇÃO MAIS BAIXA ESTE ANO

 

 

Os economistas das instituições financeiras passaram a prever uma inflação mais baixa em 2018, aponta relatório de mercado, também conhecido como “Focus”, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (2). A previsão do mercado recuou de 3,57% para 3,54%. Ô Foi a nona queda seguida.Segundo o G1, o percentual esperado pelos analistas continua abaixo da meta central que o Banco Central precisa perseguir para a inflação neste ano, que é de 4,5%, mas está dentro do intervalo de tolerância previsto pelo sistema, que considera que a meta terá sido cumprida pelo BC se o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficar entre 3% e 6%.ÔPara 2019, o mercado financeiro reduziu sua expectativa de inflação de 4,10% para 4,08%. Foi o segundo recuo seguido deste indicador. A estimativa do mercado está em linha com a meta central do próximo ano e também dentro da banda do sistema de metas (entre 2,75% e 5,75%).ÔOs analistas do mercado também reduziram, de 6,5% para 6,25%, a previsão para a taxa básica de juros da economia, a Selic, ao final de 2018. Atualmente, a taxa está em 6,5% ao ano. Para o fim de 2019, a estimativa do mercado financeiro para a Selic continuou em 8% ao ano. Deste modo, os analistas seguem estimando alta dos juros no ano que vem.

MERCADO PREVÊ INFLAÇÃO MAIS BAIXA ESTE ANO

 

Os economistas das instituições financeiras passaram a prever uma inflação mais baixa em 2018, aponta relatório de mercado, também conhecido como “Focus”, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (2). A previsão do mercado recuou de 3,57% para 3,54%. Foi a nona queda seguida.

Segundo o G1, o percentual esperado pelos analistas continua abaixo da meta central que o Banco Central precisa perseguir para a inflação neste ano, que é de 4,5%, mas está dentro do intervalo de tolerância previsto pelo sistema, que considera que a meta terá sido cumprida pelo BC se o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficar entre 3% e 6%.

Para 2019, o mercado financeiro reduziu sua expectativa de inflação de 4,10% para 4,08%. Foi o segundo recuo seguido deste indicador. A estimativa do mercado está em linha com a meta central do próximo ano e também dentro da banda do sistema de metas (entre 2,75% e 5,75%).

Os analistas do mercado também reduziram, de 6,5% para 6,25%, a previsão para a taxa básica de juros da economia, a Selic, ao final de 2018. Atualmente, a taxa está em 6,5% ao ano. Para o fim de 2019, a estimativa do mercado financeiro para a Selic continuou em 8% ao ano. Deste modo, os analistas seguem estimando alta dos juros no ano que vem.

NOVO MINISTRO DA FAZENDA DEVE SER ESCOLHIDO POR MEIRELLES
NOVO MINISTRO DA FAZENDA DEVE SER ESCOLHIDO POR MEIRELLES

O presidente Michel Temer ainda não tem definido quem será o novo ministro da Fazenda diante da iminente saída de Henrique Meirelles, que tem perspectivas eleitorais. “Existem ainda conversas a serem desenvolvidas para que o presidente tome a decisão”, disse o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, após se reunir com Temer neste domingo (1º), no Palácio do Jaburu, em Brasília.

Marun elogiou o nome mais cotado até o momento para assumir a Fazenda, o secretário-executivo da pasta, Eduardo Guardia, e negou que haja disputa em torno do nome do novo ministro, que, segundo ele, deve ser algum integrante da atual equipe de Meirelles. Ele afirmou, no entanto, que o novo ministro “deve ter um trânsito político”.

“Não há impasse, o que há são tratativas. Como o Meirelles não saiu ainda, em tese ele está conversando e não esgotou os caminhos que pode propor”, disse o senador Romero Jucá (MDB-RO), líder do governo no Senado, que também participou da reunião de hoje no Palácio do Jaburu.

O parlamentar afirmou ainda que “o cargo de ministro é um cargo político, claro que tem que ter bagagem técnica, mas o foco do presidente é ter visão política e visão técnica”. Ele e Marun negaram que uma possível terceira denúncia contra Temer tenha entrado no cálculo sobre a reforma ministerial.

Enquanto acontecia a reunião no Jaburu, o Palácio do Planalto confirmou a saída de Dyogo Oliveira do Ministério do Planejamento para assumir a presidência do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Em seu lugar, ficará o atual secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Esteves Colnago. O governo confirmou que espera ainda realizar a troca de outros 11 ministros até o dia 7 de abril, sábado próximo, prazo final para a saída de quem deseja disputar as eleições.