BAHIA INVEST

FASANO SALVADOR ABRE NO DIA 8 DE DEZEMBRO, DIZ JORNAL
FASANO SALVADOR ABRE NO DIA 8 DE DEZEMBRO, DIZ JORNAL

A primeira unidade hoteleira da rede Fasano no Nordeste finalmente tem data de inauguração este ano: 8 de dezembro, dia dedicado a Nossa Senhora da Conceição da Praia, a padroeira da Bahia, segundo informações do A Tarde.

Com 70 apartamentos distribuídos pelos sete andares do edifício histórico que por 45 anos abrigou a primeira sede própria do jornal A Tarde, na Praça Castro Alves, centro da capital, o Fasano Salvador também dará atenção especial à parte gastronômica, que associada à hospitalidade constitui a característica mais forte da rede.

O conceito do restaurante que funcionará no hotel baiano ainda está em fase de definição pelo empresário e restauranteur Rogério Fasano. O grupo trabalha atualmente em seus hotéis com as marcas próprias Crudo (peixes e frutos do mar) e Gero (culinária italiana), mas a decisão final sobre o perfil da unidade baiana só deve ocorrer em meados de setembro.

A rede, que no início de 2018 inaugurou seu primeiro resort em Angra dos Reis (RJ), abrirá em setembro um hotel  em Belo Horizonte. No início de 2019 é a vez do resort de Trancoso. O Fasano conta hoje com 20 restaurantes e cinco hotéis no País.

GOVERNO ANUNCIA REQUALIFICAÇÃO DA ESTRADA DO FEIJÃO E A BA-160
GOVERNO ANUNCIA REQUALIFICAÇÃO DA ESTRADA DO FEIJÃO E A BA-160

A recuperação do Sistema Viário BA-052 será feita pelo Consórcio Público Estrada do Feijão Bahia, formado pelas empresas Paviservice e SVC Construções, que ganhou o leilão realizado nesta quinta-feira (19), na Bovespa, em São Paulo. A licitação foi realizada pela Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA) e também contempla a construção de ponte sobre o Rio São Francisco, ligando os municípios de Barra e Xique-Xique.

O Sistema Viário da BA-052 tem um total de 548 km de extensão, dividido em dois trechos. De Feira de Santana a Xique-Xique (BA-052), com 462 km, e de Xique-Xique a Barra (BA-160) com 85 km. Também faz parte do projeto a implantação da Ponte sobre o Rio São Francisco, entre Xique-Xique e Barra, e terá um quilômetro de extensão. Atualmente a travessia é feita por meio de balsas.

O investimento total é de R$ 705 milhões ao longo de 20 anos de concessão. A previsão é de que as obras sejam iniciadas até dezembro deste ano. A requalificação vai alcançar 18 municípios baianos. A IFC, membro do Grupo Banco Mundial, assessorou o Estado da Bahia na modelagem e estruturação do projeto, que traz uma inovação no modelo de contratação e manutenção de rodovias em formato de PPP.

SORTEIO DA NOTA PREMIADA TEM NOVE GANHADORES DA CAPITAL E UM DO INTERIOR
SORTEIO DA NOTA PREMIADA TEM NOVE GANHADORES DA CAPITAL E UM DO INTERIOR

Nove moradores de Salvador e um de Simões Filho são os contemplados no sétimo sorteio da campanha Nota Premiada Bahia, realizado nesta quarta-feira (18), com base nos resultados da Loteria Federal. Cada um dos dez ganhadores receberá um prêmio de R$ 100 mil. Os sorteados na capital moram nos bairros de Patamares, Imbuí, Nordeste, Engenho Velho de Brotas, São Caetano, Paralela, Caminho das Árvores, Costa Azul e Campinas de Pirajá.

Com o sorteio de julho, a campanha, realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA), chega ao total de 61 ganhadores. A campanha teve início em fevereiro, com dez sorteios de R$ 100 mil a cada mês. Além do sorteio convencional, ocorreu ainda, em junho, o sorteio especial de R$ 1 milhão para um único vencedor.

Das 61 pessoas já contempladas pela Nota Premiada Bahia desde o início da campanha, em fevereiro, 45 são da capital e 16 do interior. O programa possui atualmente mais de 330 mil participantes inscritos no site da iniciativa (www.notapremiadabahia.ba.gov.br). Além de estar cadastrado, é preciso incluir o CPF nas compras realizadas em estabelecimentos que emitem a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Os nomes de todos os ganhadores podem ser conferidos no site da campanha, junto com parte da numeração do CPF. Os contemplados com R$ 100 mil cada em julho são Thiago Caldas Barbosa, Elias José Borges Pimenta, Reijane Sodré de Sena, Edilton Costa da Paixão, Daniele Melo Santos, Maria Lúcia Ribeiro dos Santos, Elisabete de Oliveira Poncio, Ivone Domingues Bomfim, Cláudio Silva Bomfim e Lisiane Mendes Coutinho Ramos.

ILHÉUS RECEBE FÁBRICA-ESCOLA DO CHOCOLATE E PROJETO ESCOLAS CULTURAIS
ILHÉUS RECEBE FÁBRICA-ESCOLA DO CHOCOLATE E PROJETO ESCOLAS CULTURAIS

A Fábrica-Escola do Chocolate Deize Silva Santana foi entregue neste terça-feira (17), em Ilhéus, no sul da Bahia, junto com a implantação do projeto Escolas Culturais. Os projetos dialogam com a cultura e a identidade da cidade, seja por meio da arte, nas distintas linguagens, seja por meio da interlocução com as cadeias e arranjos produtivos locais, com o objetivo de promover o protagonismo estudantil e a formação profissional e empreendedora dos estudantes, abrindo as unidades escolares para a comunidade.

O lançamento do Escolas Culturais ocorreu pela manhã, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, com apresentações de dança, teatro e outras manifestações artísticas. O projeto reconhece e requalifica a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida e potencializa as experiências artísticas e culturais já existentes nas unidades escolares, fomentando novas atividades.

A iniciativa já foi lançada em Jequié, Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Feira de Santana, Itaberaba, Teixeira de Freitas, Guanambi, Seabra, Ipiaú, Irecê e Santo Antônio de Jesus e é resultado de parceria entre as Secretarias da Educação, de Cultura (SECULT), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil.

PRODUÇÃO DE GRÃOS BATE RECORDE NA BAHIA EM 2018
PRODUÇÃO DE GRÃOS BATE RECORDE NA BAHIA EM 2018

Os produtores da Bahia têm muito a comemorar. O estado está colhendo safra recorde de grãos em 2018: são 9,7 milhões de toneladas, segundo o boletim mais recente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Esse resultado apresenta um crescimento de quase 20% com relação à safra de 2017.

A Bahia ocupa o 7º lugar no ranking nacional dos estados produtores do Brasil, com 4,2% da safra nacional, e é líder no Nordeste, onde responde por 45,5% da produção. A soja tem contribuído significativamente para esses números, sendo carro-chefe do agronegócio baiano.

Para essa temporada, a Bahia deve produzir 6 milhões de toneladas do grão, o que garante um crescimento de 16,3%, consagrando a região oeste como um dos principais polos produtivos de soja do país. Segunda cultura mais importante entre os grãos produzidos no estado, a cultura de milho deve fechar a safra em 2,6 milhões de toneladas, número 29,1% superior à colheita de 2017. A Bahia é o maior produtor do Nordeste e responde por 34% da produção da região.

A safra de algodão é de 1,2 milhão de toneladas – 36,7% superior à safra do ano passado. A Bahia é responsável por 24% da produção nacional de algodão, ocupando o segundo lugar na cotonicultura do Brasil e atrás apenas do Mato Grosso. Já a produção de feijão deve fechar o ano com uma colheita de 296,5 mil toneladas, sofrendo uma redução 1,3% em relação à safra de 2017, devido à diminuição da área plantada na safra de verão.

ABERJE BAHIA DIVULGA ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA 2º ENCONTRO
ABERJE BAHIA DIVULGA ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA 2º ENCONTRO

Estão abertas as inscrições para o 2º Encontro Aberje Bahia. O evento será realizado no dia 26/07, quinta-feira, no Cimatec, em Salvador. Na programação, palestras da CCR Metrô Bahia, BASF e Supera Comunicação, além de uma visita guiada ao supercomputador “Yemoja” e à fábrica do futuro. São apenas 80 vagas. Inscreva-se aqui. 

 

SUL DA BAHIA SE DESTACA NA PRODUÇÃO DE CHOCOLATES FINOS
SUL DA BAHIA SE DESTACA NA PRODUÇÃO DE CHOCOLATES FINOS

A verticalização da cadeia produtiva do cacau, com a valorização das amêndoas de qualidade, está provocando o surgimento de marcas regionais de chocolates finos, que variam de 50% a 100% de cacau na composição, um mercado que cresce 10% ao ano no Brasil, enquanto o mercado tradicional cresce apenas 2%. Atualmente são cerca de 40 marcas de chocolate do Sul da Bahia, que já estão conquistando mercado no Brasil e no Exterior.

A agricultura familiar também está presente na produção de chocolates. A Bahia Cacau, com uma unidade em Ibicaraí, implantada pelo Governo da Bahia,  a primeira fábrica de chocolate da agricultura familiar no Brasil. Gerenciada pela Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado (Coofesba), que reúne 60 produtores rurais, a Bahia Cacau tem uma produção de 600 quilos de chocolate/,mês e está ampliando as instalações, com capacidade para atender outras marcas regionais que produzem as próprias amêndoas. “Estamos passando por um processo de consolidação e expansão, capacitando os cooperados e buscando novos mercados”, afirma Osaná Crisóstomo do Nascimento, diretor da Coofesba.

A Cooperativa de Agricultores Familiares do Sul da Bahia, com 420 associados, produz chocolates finos e achocolatados e está criando uma linha exclusiva para os supermercados. “Com assistência técnica e capacitação vamos melhorar cada vez mais a qualidade e criar novos canais de comercialização”, diz o diretor da Coopesulba, Gildeon Farias.

A valorização do cacau como um produto vital para a economia regional e a produção de chocolate, ganharam visibilidade e impulso com a criação do Festival Internacional do Cacau e do Chocolate, o Chocolat Bahia, que tem o apoio do Governo do Estado e  chega à 10ª edição. Em 2017, o evento  reuniu 80 expositores e 40 marcas de chocolate, com cerca de 60 mil visitantes e R$ 10 milhões  em negócios, números que devem ser superados este ano.

BIOFÁBRICA PRODUZ CLONES DE CACAUEIROS COM ALTA PRODUTIVIDADE E RESISTÊNCIA
BIOFÁBRICA PRODUZ CLONES DE CACAUEIROS COM ALTA PRODUTIVIDADE E RESISTÊNCIA

O Festival Internacional do Chocolate e Cacau chega à 10ª edição entre os dias 18 e 22 de julho, em Ilhéus, no sul da Bahia. No município, um importante instrumento para a melhoria da qualidade e da produtividade do cacau é a Biofábrica de Cacau. A unidade é a primeira no mundo destinada à produção em escala industrial de clones de cacaueiros.

São 40 mil metros quadrados de extensão, com capacidade de armazenar 4,8 milhões de plantas, em 20 viveiros, e onde está instalado um dos maiores laboratórios de micropropagação do pais, além de um banco de dados e conhecimentos em protocolos técnicos e científicos certificados por órgãos renomados.

Também estão sendo desenvolvidos na Biofábrica, que é vinculada ao Governo do Estado, experimentos de melhoramento genético e certificação. “Estamos produzindo material de alto valor agronômico agregado, com certificação do Ministério da Agricultura, qualidade e acessibilidade aos produtores”, explica o diretor da Biofábrica, Lanns Almeida. “Isso tem um impacto positivo na base produtiva, especialmente na agricultura familiar e também na conservação dos ativos florestais, já que atuamos na produção de mudas para restauração da mata nativa”, acrescenta.

GRUPO CHINÊS DEVE INVESTIR R$ 400 MI NA CONSTRUÇÃO DE TERMOELÉTRICAS NA BAHIA
GRUPO CHINÊS DEVE INVESTIR R$ 400 MI NA CONSTRUÇÃO DE TERMOELÉTRICAS NA BAHIA

Um grupo chinês deve investir cerca de R$ 400 milhões para construir duas usinas termoelétricas no município de Dias D’Ávila. De acordo com informações do Estadão, Jiangsu Communication Clean Energy Technology (CCETC) deve anunciar em breve os projetos da Camaçari Muricy II e Pecém Energia, de 143 megawatts cada. O negócio ainda não foi oficializado, mas representantes do grupo chinês já se encontraram com o governador Rui Costa para conversar sobre os investimentos. Eles se comprometeram a contratar 70% da mão de obra local. A Pecém Energia e a Energética Camaçari Muricy II ainda estão em estágio pré-operacional e, ainda de acordo com o Estadão, devem começar a operar em outubro de 2020.

SALVADOR PODE RECEBER O MUSEU INTERATIVO DA CIÊNCIA MIRADOR
SALVADOR PODE RECEBER O MUSEU INTERATIVO DA CIÊNCIA MIRADOR

O Estado da Bahia está em tratativas com o Chile para a instalação do Museu Interativo da Ciência Mirador, nos moldes daquele implantado na cidade de Santiago. Em reunião na embaixada do Chile, com o embaixador Fernando Schmidt, nesta quarta-feira (11), o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, debateu os encaminhamentos para a consolidação da parceria.

“A ideia é que o embaixador venha para a Bahia para assinatura dos protocolos e também uma missão da Secretaria vá ao Chile. A proposta é instalar o museu em Salvador, mas com estrutura itinerante que marcará presença em diferentes cidades, criando, inclusive, sinergia do museu com as práticas de ciências das escolas”, destacou o secretário.

O embaixador do Chile também demonstrou o interesse para que o Museu homenageie o artista chileno que foi radicado na Bahia, Kennedy Bahia (1929-2015), considerado o maior artista de tapeçaria do Brasil. A reunião ocorreu na Embaixada do Chile, em Brasília, e contou também com a participação do Primeiro Secretário da Embaixada, Cristián Oschileuski.