PRODUÇÃO INDUSTRIAL BAIANA DEVE FECHAR 2018 EM ALTA DE 1%, DIZ SEI

PRODUÇÃO INDUSTRIAL BAIANA DEVE FECHAR 2018 EM ALTA DE 1%, DIZ SEI

Please enter banners and links.

Por: Luiz Souza

A produção industrial baiana deve fechar o período 2018 em alta de 1%. A informação foi divulgada hoje (11), pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), com exclusividade ao Bahia Econômica. Os economistas da instituição procedem aos cálculos finais quanto ao fechamento do ano passado.

Hoje foi divulgado o mais recente número relativo ao desempenho da indústria baiana foi negativo em novembro, dado mais recente. De acordo com a SEI, no período, a produção industrial (transformação e extrativa mineral) da Bahia, ajustada sazonalmente, declinou 1,2% frente a outubro.

De acordo com a economista Carla do Nascimento, da coordenação de Acompanhamento Conjuntural, o resultado de novembro foi determinado em função de questões externas.

“Os fatores conjunturais que explicam a queda na produção industrial baiana no mês de novembro estão relacionadas à: crise da economia da Argentina que causa, especialmente, a retração da produção baiana de veículos e de produtos químicos; incerteza do cenário internacional em relação a guerra comercial entre as duas maiores economias mundiais, EUA e China; e a elevada capacidade ociosa do setor”,considerou.

Apesar do quadro, as perspectivas para 2019 seguem positivas para o setor industrial baiano, aponta a economista.  Ela aponta que o otimismo é reforçado pelo aumento da confiança, tanto por parte dos consumidores como dos empresários, além das expectativas positivas em relação ao novo governo. “Entretanto, o cenário internacional indefinido nas duas principais economias mundiais, EUA e China, pode afetar as exportações baianas, notadamente aquelas voltadas a esses dois países”, ponderou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.