JUSTIÇA HOMOLOGA RECUPERAÇÃO EXTRAJUDICIAL DA MÁQUINA DE VENDAS

JUSTIÇA HOMOLOGA RECUPERAÇÃO EXTRAJUDICIAL DA MÁQUINA DE VENDAS

Please enter banners and links.

O pedido de recuperação extrajudicial da Máquina de Vendas, dona da Ricardo Eletro, foi homologada pela justiça. O assunto chama atenção do marcado pois diz respeito à terceira maior varejista de eletroeletrônicos e eletrodomésticos do Brasil.

O pedido foi aceito pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais, numa ação com valores que alcançam a cifra de R$ 1,9 bilhão.

O processo envolve uma série de credores e tem sido conduzido pelo fundo de private equity brasileiro Starboard, que adquiriu 72,5% da companhia por R$ 250 milhões.

“As recuperandas concordaram com todas as impugnações no quetange especificamente às divergências de valores apresentadas pelos credores, rebatendo,de outro lado, as alegações de nulidade e outras questões que impediram, segundo os impugnantes, a homologação judicial do plano”, escreveu o juiz Tiago Limongi.

A Máquina de Vendas tem 650 lojas no país e registrou faturamento de R$ 5,2 bilhões em 2017. “A homologação em pouco mais de quatro meses é considerada um sucesso e demonstra o bom andamento da renegociação da dívida e do acordo com os fornecedores e credores financeiros”, informou a empresa por meio de nota.

A Máquina de Vendas surgiu em 2010, quando a rede de varejo Insinuante e a Ricardo Eletro uniram as suas operações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.