DECLARAÇÕES DE BOLSONARO SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA DERRUBAM A BOLSA

DECLARAÇÕES DE BOLSONARO SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA DERRUBAM A BOLSA

O Ibovespa fechou hoje em queda de 2,8%, aos 83.679 pontos, o pior resultado desde 10 de agosto. Os investidores repercutiram a entrevista do candidato Jair Bolsonaro (PSL) à TV Band, na qual se referiu á reforma da previdência e às privatizações.

Bolsonaro deu uma guinada em seu discurso e passou a manifestar descrença em relação à reforma, que vinha sendo discutida entre o governo Temer e os principais concorrentes ao Palácio do planalto.

Durante a entrevista, ele disse:

“Eu acredito que a proposta do Temer como está, se bem que ela mudou dia após dia, dificilmente ela será aprovada”.

Porém, sem dar detalhes de qual projeto de reforma previdenciária teria em mente, ele prometeu que o assunto seria conduzido de maneira mais consensual:

“Não adianta uma proposta que aos olhos apenas de economistas e de alguns políticos é maravilhosa, mas que não passa no Parlamento.”

A declaração foi o que bastou para azedar os ânimos do mercado, que contava que o presidenciável pelo PSL poderia, caso eleito, levar adiante o projeto de reforma apresentado pelo governo Temer, pelo menos, no Congresso, antes do fim do ano.

Não bastasse, o economista Paulo Guedes, que vinha sendo considerado referência na área econômica da campanha de Bolsonaro, por suspeitas de fraude com fundos de pensão de empresas estatais.

Duas companhias componentes do Ibovespa sofreram fortes quedas após declarações de Bolsonaro, a Petrobras ON (- 2,8%) e a Eletrobras ON, (- 8,86%). Bolsonaro disse que não tinha planos de avançar em projetos de privatização das áreas de geração de energia e exploração de petróleo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *