ABERTURA DE MEIS NO 1º SEMESTRE DE 2018 É 38% MAIOR DO QUE HÁ TRÊS ANOS

ABERTURA DE MEIS NO 1º SEMESTRE DE 2018 É 38% MAIOR DO QUE HÁ TRÊS ANOS

A quantidade de microempreendedores individuais que se formalizaram no país no primeiro semestre deste ano é 38% maior do que o total de MEIs que se registraram nos primeiros seis meses de 2015. Os dados foram comparados pela Serasa, em comemoração ao Dia do Empreendedor, celebrado nesta sexta-feira, dia 5 de outubro. Os números revelam a crescente busca pelo empreendedorismo de pequeno porte regularizado, diante de uma forte crise econômica no país.

“A taxa de desemprego altíssima faz com que as pessoas não consigam se recolocar no mercado e procurem outras formas de obter renda. Ainda no ano passado, houve a aprovação da lei que permite a terceirização de funcionários em empresas, e acreditamos que isso já impacte os números. E muitos empreendedores buscam a formalização para emitir nota fiscal e conseguir vender para empresas”, explicou Bárbara Passuello, gerente do Serasa Empreendedor.

A especialista recomenda que os novos microempreendedores individuais se informem e se organizem: “Hoje, a tecnologia facilita o acesso aos conteúdos que ajudam no dia a dia do empreendedor. Em primeiro lugar, é preciso separar a pessoa física da jurídica, em termos de custos e rendimentos. E no Serasa Empreendedor, a pessoa pode encontrar conteúdos gratuitos sobre gestão, planilhas e calendário para se organizar e ajustar seu caixa”.

No acumulado dos seis primeiros meses de 2018, os segmentos de Higiene e Embelezamento Pessoal (8,9%) lideraram o ranking de formalização de microempreendedores individuais. Em segundo lugar, apareceram os serviços de Alimentação (8,2%), seguidos pelos ramos de Reparos e Manutenções de Prédios e Instalações Elétricas (8,1%), Comércio de Confecções em Geral (7,0%) e Propaganda e Publicidade (5,08%). (Extra)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *