VENDA DA PARTICIPAÇÃO DA ODEBRECHT NA BRASKEM VAI SER FECHADA

VENDA DA PARTICIPAÇÃO DA ODEBRECHT NA BRASKEM VAI SER FECHADA

Please enter banners and links.

As negociações para a venda da participação da Odebrecht na Braskem para o grupo LyondellBasell avançaram, e a conclusão do negócio deve se dar até meados de outubro. A informação consta da edição de hoje da versão on line do jornal Valor Econômico. De acordo com a publicação, o negócio poderá transformar a Braskem em subsidiária integral da LyondellBasell, mas apenas deverá ser consumado após aprovação do órgão antitruste, seguindo os prazos de análise do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com fontes consultadas pelo Valor, a Odebrecht e a Lyondell  trabalham no modelo final da operação e a etapa de “due diligence”, que envolve diversos aspectos da operação, desde a análise de informações financeiras a auditorias nos complexos industriais da Braskem.

As sinergias resultantes da operação ainda não têm números finais. O certo apenas é que a aquisição irá criar um gigante no setor, dada a combinação dos ativos da petroquímica brasileira e de sua concorrente com sede na Holanda. Os ganhos operacionais envolvem cifras bilionárias em diferentes frentes, entre as quais financeira, tecnológica e operacional.

Atualmente, a LyondellBasell fornece propeno para a Braskem na Europa e nos Estados Unidos, enquanto a petroquímica brasileira fornece polipropileno (PP) para a fábrica de compostos da multinacional em Pindamonhangaba (SP), e fábricas de propeno da Braskem utilizam tecnologia da concorrente. A perspectiva, portanto, seria de ganho em escala, com reforço na competitividade e integração das cadeias produtivas. Com informações do Valor Econômico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.