AEROPORTO DE SALVADOR AFIRMA TER RESERVA DE COMBUSTÍVEL PARA 5 DIAS

AEROPORTO DE SALVADOR AFIRMA TER RESERVA DE COMBUSTÍVEL PARA 5 DIAS

O aeroporto de Salvador anunciou que tem reserva de combustível para cinco dias sem reabastecimento. O modal da Bahia está ajudando voos internacionais de outras cidades que estavam com dificuldade de reabastecimento e foram autorizados a parar na capital para reabastecer. Isso aconteceu num voo de lisboa e num voo com escala em São paulo. Hoje as manifestações acontecem na BR-324 e na BR 101.

Em Santos, a greve nacional dos caminhoneiros entra no quarto dia consecutivo nesta quinta-feira (24) e, os moradores enfrentam escassez de combustíveis nos postos, preços abusivos e, ainda, redução da frota de transporte público em algumas cidades. Desde segunda-feira (21), a categoria protesta contra o preço do diesel e impedem a passagem de caminhões nas duas margens do Porto de Santos.

A entidade sindical que representa os postos de combustíveis nas regiões da Baixada Santista e do Vale do Ribeira, em São Paulo, afirmou que em muitos estabelecimentos já não há álcool e gasolina. Na manhã desta quinta-feira, motoristas já formavam filas em postos localizados em Santos, São Vicente, Guarujá e Praia Grande. Comerciantes de Registro também informavam alta no movimento. Na noite de quarta-feira, o acúmulo de veículos provocou congestionamentos em ruas e avenidas próximas aos estabelecimentos. Em muitos locais, os consumidores notaram aumento no preço do combustível.

O Procon de Santos disse estar atento à questão dos combustíveis, acompanhando e monitorando o preço nos postos de Santos e em contato com o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC), para adoção de uma ação conjunta, vez que o problema é nacional e extrapola a competência do órgão municipal de Defesa do Consumidor. O Procon de Santos reforça, em nota, que os consumidores que se depararem com postos que elevaram os combustíveis, comuniquem imediatamente o órgão, por meio do site, APP ou Disque-Consumidor, acionando imediatamente a fiscalização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.