COLUNISTAS
 

JOSÉ MACIEL - BAHIA PODERÁ TER INVESTIMENTO DE R$ 160 MILHÕES
LUCAS LEAL - A SEMANA NA BOLSA DE VALORES - SEMANA HISTÓRICA
ADARY OLIVEIRA - O MUNDO DO FAZ DE CONTA


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


JAQUES WAGNER- SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO


SEU INVESTIMENTO
 


JUROS É PRINCIPAL BARREIRA PARA 38% DOS EMPRESÁRIOS QUE NÃO BUSCAM CRÉDITO




FRASE DO DIA
 


"Nem me esperou chegar de Brasília, Correria? Vai ter que andar comigo no metrô, do Iguatemi ao CAB. Estamos juntos. Nada resiste ao trabalho"

Otto Alencar
Senador comentou a postagem do Facebook do governador Rui Costa indo trabalhar de metrô







NOTÍCIAS
 
CAIXA JÁ PAGOU R$ 15,1 BILHÕES PARA SAQUE DE CONTAS INATIVAS DO FGTS
20/04 - 13:31hs -
 

A Caixa Econômica Federal já pagou, até o dia 19 de abril, cerca de R$ 15,1 bilhões em saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos entre janeiro e maio. O valor pago na primeira e na segunda fase do calendário equivale a 83,2% do total inicialmente previsto (R$ 18,1 bilhões) para as duas fases, segundo a Caixa.
 
O número de trabalhadores que já sacaram os recursos das contas superou 9,5 milhões e representa 76% das 12,5 milhões de pessoas nascidas no período. Têm direito ao saque das contas inativas o total de 30,2 milhões de trabalhadores, somando o total de R$ 43,6 bilhões. Os saques das contas inativas do FGTS ocorrem de acordo com um calendário divulgado pelo governo. Os saques poderão ser feitos até 31 de julho.
 
Abril é o mês com mais saques de contas inativas do FGTS. De todos os trabalhadores que podem sacar o benefício, 26% devem fazer a retirada neste mês. Já o mês com a menor proporção é julho, com 8%. Março tem 16% do total, maio e junho, 25% cada. Segundo a Caixa, as pessoas que não conseguirem fazer a retirada do dinheiro dentro do seu mês do calendário e nem até 31 de julho não conseguirão fazer o saque em outra data. (g1)


 





Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960