COLUNISTAS
 

MILTON CEDRAZ - OS DESPUDORADOS
ARMANDO AVENA - JANOT X TEMER OU O CRIME COMPENSA
JOSÉ MACIEL - BAHIA PODERÁ TER INVESTIMENTO DE R$ 160 MILHÕES


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


JOSÉ JÚLIO SENA - A RECESSÃO NÃO ACABOU


SEU INVESTIMENTO
 


64% DOS BRASILEIROS QUE TEM RESERVA FINANCEIRA ESCOLHEM A POUPANÇA




FRASE DO DIA
 


“Há um clamor de mudança e renovação no coração dos baianos”

ACM Neto
Ptrefeito de Salvador, falando sobre a possibilidade de ser candidato ao governo do estado em 2018







NOTÍCIAS
 
DILMA É ALVO DE CRITICAS POR PARTE DE DIRETORES DA CUT
05/02 - 07:25hs -
 
 
Declarado apoiador do PT, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, não poupou críticas ao governo Dilma Rousseff e classificou as alterações em regras trabalhistas como "um equívoco estapafúrdio". "O governo meteu os pés pelas mãos, criou uma agenda 'negativíssima'", disse nesta quarta-feira, 4, se referindo ao ajuste fiscal encabeçado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a quem fez críticas, por implementar uma política econômica "regressiva". No fim de dezembro, o governo criou barreiras de acesso ao seguro-desemprego, abono salarial e pensão por morte. De acordo com Freitas, ministros afirmaram ontem, em reunião feita com sindicalistas, que existem condições de modificar as medidas.
 
Uma comissão tripartite, composta por centrais sindicais, poderes Executivo e Legislativo, vai iniciar uma discussão sobre o tema. Questionado se a fragilidade da base aliada no Congresso pode facilitar a flexibilização dos textos, que precisam ser aprovados em plenário, o presidente da CUT respondeu de forma positiva. "Nós temos um campo mais fértil para negociar as medidas na Câmara do que negociando com o governo", afirmou, ressaltando que a entidade pode ir à Justiça ou organizar greves caso as normas não sejam alteradas. Apesar de defender a revogação total das medidas, o presidente da CUT assume que dificilmente vai alcançar o objetivo. "Eu sei que, quando você entra num processo de negociação, você não vai ter tudo que pleiteia conquistado", afirmou.




 





Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960, Tel - 3565 - 2888