COLUNISTAS
 

ARMANDO AVENA - O MELHOR CARNAVAL DO BRASIL
LUCAS LEAL - PANORAMA DO MERCADO: REDUZINDO A VELOCIDADE
JOSÉ MACIEL - AGRONEGÓCIO, TENDÊNCIAS E INCERTEZAS


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


PATRICIA ORRICO - GERENTE DE COMÉRCIO EXTERIOR NA FIEB


SEU INVESTIMENTO
 


'CORRETORA' DE BITCOIN MOVIMENTA ATÉ R$ 20 MILHÕES POR DIA




FRASE DO DIA
 


 

“Está se dando um salto triplo sem rede. Não pode errar”

Rodrigo Maia, presidente da Câmara de Deputados

Sobre a intervenção federal no Rio de Janeiro
 









ENTREVISTAS
 
AFONSO FLORENCE - DEPUTADO FEDERAL PELO PT


BE- O ex-presidente Lula será julgado em segunda instância no próximo dia 24. O que o senhor espera desse julgamento?

AF-
Que se faça justiça. Não tem crime, menos ainda prova. Só uma sentença terá base legal: a absolvição. Moro já está se desmoralizando pela condenação sem provas. A condenação pelo TRF4 levará a desmoralização a instância colegiada.
 
BE- Quais as medidas que o partido vai tomar após o julgamento em caso de condenação?
 
AF-
A defesa de Lula vai recorrer. O PT vai continuar a campanha pela democracia e contra a retirada de direitos perpetrada pelo governo Temer.
 
BE- Quais as medidas que o partido vai tomar após o julgamento em caso de absorvição ?
 
AF-
Continuar na defesa dos direitos do povo sob ataque do governo Temer. E, organizar a grande consulta popular sobre o Brasil e a Bahia que o povo quer. Organizar a campainha de Lula presidente, Rui governador e Wagner senador.
 
BE- A figura do ex-presidente Lula nas últimas eleições na Bahia tem sido decisiva. A ex-presidente Dilma teve o seu maior colégio eleitoral na Bahia nas últimas eleições. Porém, as últimas visitas de Lula no estado a popularidade dele tem diminuído. Como o senhor avalia a figura do ex-presidente Lula nas próximas eleições?
 
AF-
As visitas de Lula na Bahia tem sido fenômenos de massa. Na caravana,  a caminhada dele pelo metrô, na rua do campo da pólvora até a fonte nova foi um movimento com cerca de 10 mil pessoas.
 
BE- O ano de 2018 é um ano eleitoral e nas últimas pesquisas o prefeito ACM Neto tem uma larga vantagem sobre o governador Rui Costa. O que o senhor poderia comentar a respeito?
 
AF-
Não conheço larga vantagem. E, as pesquisas apontam declínio da intenção de votos para o prefeito ACM. Na medida que eleitorado debate o desempenho administrativo de ACM ele "perde votos". Além disso, com a evolução das investigações sobre a delação da Odebrecht e a obra da Barra a tendência é ele [ACM] cair ainda mais. Finalmente, a intenção de votos para Eui tende a crescer em decorrência da sua ótima administração. Tem muita água para rolar debaixo da ponte. Minha expectativa é positiva.
 
BE- Como o senhor avalia o governo de Rui Costa na Bahia ?
 
AF-
Rui foi reconhecido como o governador que mais concretizou compromissos de campanha, ou seja o melhor governado da Bahia. Sua avaliação positiva tem crescido nas pesquisas de opinião. O considero nota dez.
 
 
BE- Como o senhor avalia a gestão da Prefeitura de ACM Neto?
 
AF-
Nota zero. No primeiro governo não investiu em encostas e limpeza de canais. Não investe na atenção básica da saúde, é o pior município da Bahia e a pior capital. Se juntou a Temer para atrapalhar o empréstimo do governo da Bahia e defendeu a reforma trabalhista e da previdência. É nota zero.



 


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3565 - 2888