COLUNISTAS
 

ARMANDO AVENA - NO BRASIL REMÉDIO TEM GRIFE
LUCAS LEAL - PANORAMA DA SEMANA
ADARY OLIVEIRA - ACREDITE SE QUISER


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


ROBERTO DURAN - PRESIDENTE DA SALVADOR DESTINATION


SEU INVESTIMENTO
 


PAÍS TERÁ DE CRESCER 3% PARA GARANTIR FOLGA FISCAL, DIZ BANCO




FRASE DO DIA
 



“Dos nomes ventilados, o melhor é Lula. E, se ficarmos juntos com Lula, Cacá fica junto também!”.


João Leão, vice-governador da Bahia (PP),


Colocando fim à celeuma criada após declarações de seu filho, Cacá, sobre um possível apoio ao presidenciável Rodrigo Maia (DEM)









ENTREVISTAS
 
ACM NETO- PREFEITO DE SALVADOR

 


BE- Qual o balanço que você faz do ano de 2017 na prefeitura

ACM-
Nós tivemos um ano de mudanças políticas. A prefeitura conseguiu nesse ano através de um esforço grande ampliar o nível de investimentos em quase 20%, mesmo com a crise que o país enfrentou e a arrecadação da prefeitura ter sofrido uma redução grande, com muito esforço nós conseguimos manter as contas em dia e fazer muito pela cidade. Destacamos investimentos significativos na saúde, na educação, na cultura, e em todas as áreas da cidade. Eu peguei a prefeitura numa situação muito complicada. Não tinha dinheiro para nada. As contas estavam todas atrasadas e não se tinha condição de se pegar empréstimo em nenhuma instituição financeira. Nós organizamos a casa. Hoje a saúde financeira da prefeitura está sendo um marco da nossa gestão. Estamos investindo em todas as áreas da cidade. Os serviços estão funcionando bem. Temos muito a fazer e vamos continuar trabalhando pela capital.  

BE- Você falou de investimentos em várias áreas dentre elas a saúde. Quais os principais investimentos da saúde que a prefeitura tem feito?

ACM -
A saúde sempre teve uma atenção especial na hora da nossa gestão. Se você observar nós encontramos Salvador com uma policlínica que não funcionava. Hoje temos mais de 20 funcionando perfeitamente. Ainda temos mais 13 policlinicas para serem inauguradas. Cada uma dessas custa mais de R$ 10 Milhões por ano aos cofres públicos. Por que o gasto maior não é construir e manter. O pessoal se engana pensando que é construir. Mas manter em bom estado é muito mais caro. A prefeitura de Salvador tem obrigação de investir 23% dos seus recursos na saúde. Nós em 2017 já aplicamos 26% dos recursos na saúde. Esse número vai subir muito a partir do ano que vem pois com a inauguração do hospital municipal no dia 29 de março, aniversário de Salvador, os números de investimentos na saúde vão explodir. Essa é uma promessa de campanha que eu fiz e como todas as outras estamos cumprindo. Salvador tem um hospital municipal dele que vai ter atendimento de qualidade gratuito.           
 
BE – O turismo é uma área que tem reclamado muito da falta de ações do poder público. Como a prefeitura tem atuado na área?

ACM –
O Centro de Convenções da Prefeitura será uma obra que vai ajudar o turismo do estado e da capital. A obra que estava orçada em aproximadamente R$ 93 milhões sofreu um Plus e agora deve custar R$ 115 milhões aproximadamente. Isso por que nós fizemos alguns ajustes necessários na obra. Demos algumas melhoras em alguns pontos e vamos apresentar um equipamento um pouco melhor para população. A licitação do projeto deve sair ainda em dezembro e as obras devem começar o mais rápido possível. Essa obra mostra o compromisso da prefeitura com o segmento. O chamado turismo de inverno vinha sendo muito prejudicado com a falta do Centro de Convenções. Agora vamos conseguir trazer mais turistas para cá fora do período atrativo do verão. A prefeitura também tem atuado na área em pontos como a restauração de alguns pontos turísticos da capital, como o Cristo, o farol de Itapuã, a orla de Salvador, as reformas emergenciais do aeroporto, além de trazer novos eventos para capital, como o Réveillon, dentre outros.

BE- Prefeito existe uma expectativa muito grande referente a sua candidatura ao governo do estado. O senhor vai tentar assumir o estado em 2018?

ACM –
Essa é uma pergunta muito difícil de se responder agora. Eu estou muito focado na gestão da capital. Não posso focar em campanha política agora. Em janeiro, posso garantir que vou iniciar um processo longo de conversas para tomar a melhor decisão possível para mim, para o partido e para Bahia. Eu tenho visto as pessoas na rua me perguntando sempre. Prefeito o senhor vai ser candidato? E minha resposta é sempre a mesma. Se eu disse que não você vai acreditar? Então eu digo estou analisando. Eu fico muito feliz quando recebo uma mensagem de alguns prefeitos do interior que afirmam que estão apoiando o projeto aplicado pela nossa gestão na capital. Nós temos até abril para tomar uma decisão. Vou conversar com a base, fazer uma pesquisa interna para não me basear em pesquisas compradas que são divulgadas, conversar com a família e com pessoas que não estão na política em si para chegar a uma decisão. O que eu posso garantir é que caso eu seja candidato à Prefeitura está organizada, e o Bruno está comigo desde janeiro participando de todas as ações e decisões da prefeitura e está muito bem preparado para gerir a cidade. Vou analisar com calma e tomar a decisão até dia sete de janeiro.
 
BE- O governador Rui Costa tem feito algumas colocações em relação a prefeitura aumentando ainda mais a especulação sobre uma disputa entre o prefeito e o governador nas eleições. Existem até as conversas de alguns partidos da base do governo migrarem para a prefeitura. O que você poderia falar a respeito?

ACM –
Eu não consigo entender o que o governador pensa. Tudo ele acha uma desculpa e não assume a responsabilidade. Não é assim que se administra. A segurança está ruim a culpa é do governo federal. Se a saúde está ruim a culpa é da prefeitura. O governador precisa parar de achar uma desculpa para tudo e começar a resolver os problemas da sua gestão. Vamos fazer o Centro de Convenções obra que ele não conseguiu fazer. E em relação as conversas políticas existe um grande número de especulação. O PP por exemplo hoje é a base do governador, mas em Brasília em tenho acesso fácil a vários líderes do partido que são meus amigos. Tudo é uma questão política. Vamos começar a partir de janeiro a conversar com vários partidos e aqueles que acreditarem que a nossa proposta é a melhor vão fazer parte da nossa campanha política. Posso garantir que até hoje não existe nenhuma conversa com nenhuma base, com nenhuma liderança, com nenhuma legenda em relação a campanha do ano que vem. Estou focado na gestão da prefeitura e em fazer um bom trabalho. Ano que vem é ano de eleição ai nós vamos começar a conversar.

BE - O Democratas tem o pensamento de lançar candidatura própria ao cargo de presidente?  

ACM –
Sim. O pensamento exclusivo das lideranças do democrata é lançar uma candidatura própria ao cargo de presidente. Porém, não existe uma certeza enquanto o cenário da campanha do ano que vem. Não sabemos quem será o candidato do PT não sabemos quem será o adversário dele, não sabemos quem vai ser o candidato do presidente Michel Temer, então toda essa incerteza fica muito complicado fazer uma análise do que vai acontecer. Hoje o pensamento é ter candidatura própria, mas é possível, se a base decidir apoiar o candidato do PSDB Geraldo Alkimin. Um fato importante para se destacar nessa questão é que as duas últimas eleições, principalmente na Bahia, o ex-presidente Lula tinha uma força quase insuperável. Hoje não tem mais. O Lula é um candidato que pode ser vencido, se tornou um nome na campanha. Analisando o pior cenário possível, com Lula candidato à presidência, as eleições na Bahia, comigo candidato ou não, será uma disputa muito difícil, e será decidida voto a voto. Na campanha ao governo do estado passado, o candidato Paulo Souto teve muita dificuldade em entrar em algumas cidades para fazer campanha. Isso por que a rejeição era grande e a base do PT era muito forte. Porém, nós elegemos um número grande de prefeitos pelo interior e esse cenário mudou. Na campanha do ano que vem. O partido vai ter palanque em quase todas as cidades do interior da Bahia. Coisa que não aconteceu nas ultimas campanhas.    

BE- Existe a possibilidade do senhor ser candidato a vice presidente?

ACM –
Não posso afirmar nada agora. Essa é outra pauta que todas as vezes que tenho entrevista pelo frete eu respondo. Estou focado na gestão municipal e fico feliz de ter meu nome lembrado pelo partido como candidato ou vice a presidência da república. Mas no momento estou apenas focado em fazer um bom mandato.
                          

 


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3565 - 2888